A maior rede de estudos do Brasil

Podem avaliar essa redação pra mim, no formato Enem ?

Vida desvalorizada
Em 2018, a Organização Mundial da Saúde divulgou uma pesquisa segundo a qual o suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos e, mesmo pouco comentado, cerca de 800 mil pessoas morrem todos os anos. Com efeito, confirmando os dados da OMS, no Brasil, o suicídio ainda tende a ser negligenciado pela população e pelo poder público, o que deve ser desconstruído, sob pena de prejuízos a toda a nação. 
Em primeiro plano, ainda persiste a cultura de preconceito acerca da depressão. A esse respeito, a geração ultrarromântica, cujo principal expoente foi Álvares de Azevedo, associava humor fúnebre e fuga pela morte ao fazer poético a emoção do indivíduo. Ocorre que essa romantização da tristeza extrema e do suicídio iniciada no século XIX se enraizou na sociedade brasileira, de modo que o sofrimento romantizado associado a falta de tratamento médico motivam os indivíduos a encontrar a morte como solução dos seus problemas. Entretanto, é contraditório que, mesmo na vigência da pós-modernidade, a visão arcaica a respeito da depressão ainda persista no Brasil. 
De outra parte, a ineficiência do sistema público de sáude maior é obstáculo para o combate do problema. Nesse sentido, apesar de o artigo 196 da Constituição Federal garantir o acesso à saúde pública, a demora para conseguir consulta médica com profissionais especializados impossiblita que os sintomas da depressão sejam tratados com eficácia fazendo com que a autodestruição se transforme na melhor solução encontrada. Dessa forma, enquanto a falha governamental acerca do tratamento se mantiver, o Brasil será obrigado a conviver com um dos mais graves problemas para a sociedade: o suicídio. 
Impende,pois, que sociedade e instituições públicas cooperam para minimizar os casos de autocídio. Cabe a população realizar debates por intermédio das redes sociais, com vistas à desconstrução de preconceitos acerca da depressão. Ao Tribunal de Contas da União, por sua vez, direcionar capital que, por intermédio do Ministério da Saúde será revertido ao sistema único de saúde, a fim de acabar com as filas de espera e proporcionar bem-estar social. Essa iniciativa do Ministério da Saúde é importante porque problematizaria a ineficiência do SUS e colaboraria para que houvesse, no Brasil, a vida valorizada. 
 

Redação

Colegio Tiradentes Pmmg


1 resposta(s)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes