A maior rede de estudos do Brasil

Qual a melhor maneira em estudar matemática financeira?


2 resposta(s)

User badge image

Luiz Fabio Batista Margarida

Há mais de um mês

Onde e como aprender matemática financeira?

Ao contrário do que muitos pensam, esse capítulo tão específico da matemática pode ser aprendido com métodos de ensino alternativos; seja por meio de estudos de longa ou média duração, no nível de graduação ou de especialização, ou simplesmente com aula de matemática particular. Para começar a estudar, basta fazer a sua escolha.

Porém, não é com a metodologia do Lego que você se tornará um expert no assunto!

O percurso acadêmico

Uma das possibilidades para o estudante que deseja se especializar em finanças é o percurso acadêmico. Ou seja, ingressar em uma Universidade, fazer um curso de graduação e de pós-gradução, como um mestrado, doutorado ou uma especialização. Entre todas as graduações, você pode optar por um curso como Economia, Administração ou Matemática.

Podemos citar as Universidades mais bem cotadas para esses cursos: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Universidade de São Paulo (USP), Escola de Economia de São Paulo (EESP), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV-EAESP), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).

Novas alternativas: cursos de economia online

Com a chegada da Internet, do ensino à distância, e dos tutoriais individuais, é possível aprender matemática financeira sozinho.

Na web existem várias oportunidades para apreender desde noções básicas de economia até cursos mais aprofundados. Alguns destes portais oferecem gratuitamente a informação, como é o caso do Portal do Investidor e do Dinheirama, mas existem também cursos pagos a preços acessíveis, como os do MaiseducaInvesteducar e Instituto Educacional BM&F Bovespa.

Conheça alguns deles:

Educação financeira para jovens, pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). É direcionado sobretudo para adolescentes e jovens adultos, mas é aberto a pessoas de todas as idades. O conteúdo das aulas é ofertado por meio de slides animados com conceitos básicos sobre orçamento, endividamento, poupança e investimentos. Ao fim dos módulos, são realizadas avaliações de conhecimento. O curso disponibiliza planilha de orçamento e links para consulta. Depois de inscrito, o participante tem até 30 dias para a conclusão. Não há o acompanhamento de professores neste curso.

Cursos de Economia, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Formulado por professores da FGV, há diversas opções de cursos de atualização: Economia Empresarial, Finanças Internacionais e Política Macroeconômica e Introdução à Economia. Em um formato bastante didático, os módulos ensinam os conceitos fundamentais de economia, sempre com exemplos do dia a dia. Os cursos de atualização são ideais para quem deseja aprimorar a sua prática profissional, com o desenvolvimento de novas habilidades e foco na aplicação prática no dia a dia, além de oportunidades para compartilhar conhecimento e trocar experiências, expandindo o seu networking.

Análise e planejamento financeiro, pelo SebraeO portal de ensino a distância do Sebrae possui um vasto leque de opções de cursos, oficinas, aulas e programas na área de finanças. Conheça alguns temas: Controle de gastos no comércio, Análise e planejamento financeiro, Controlar meu dinheiro, Formar preço, Gestão financeira, Contabilidade para empresários, Por que falar de educação financeira…

Finanças pessoais e investimento em ações, pela BM&FBovespa. A Bolsa de Valores de São Paulo é outra instituição que oferece cursos na área de investimentos, dos assuntos mais básicos aos mais complexos, por meio da plataforma de ensino Veduca. Alguns assuntos: A Bolsa: Seus Ambientes e Mercados, Análise Fundamentalista, Como Investir no Tesouro Direto, Finanças Pessoais e Investimentos em Ações, Mercado de Ações e Mercado Futuro Agropecuário.

Aprenda matemática financeira com aulas particulares

A melhor maneira de aprender economia ainda é com um professor!

Saiba que estas modalidades de ensino online, apesar de bem completas e de qualidade, certamente não são suficientes para compreender e aprender matemática financeira plenamente.

Por que não aumentar seus conhecimentos e desfrutar de todos os benefícios das aulas com um professor particular?

Há muitos professores experientes e com habilidades matemáticas comprovadas que podem lhe fornecer a ajuda e o apoio necessários para entender melhor esse ramo específico da matemática.

O profissional pode se deslocar até a sua casa, e será capaz de adaptar o programa às suas limitações e necessidades. Há vários perfis disponíveis: desde ex-professores aposentados a universitários de matemática ou economia.

Claro, é possível encontrar um professor de matemática nos classificados ou consultando a lista de professores disponíveis nas universidades de sua cidade.

Mas se você quer um apoio sério, beneficiar de acompanhamento regular, tudo a um preço acessível, é aconselhável procurar profissionais em plataformas online como a do Superprof. Esses portais servem como um intermediário entre você e o professor; há uma seleção séria de professores, com diversos perfis em função da formação e experiência.

A matemática financeira não é algo muito fácil de se aprender, por isso que não bastam algumas aula de matematica basica para aprender e dominar o conteúdo. Para tal, procure um professor particular. Você não vai se arrepender!!

Onde e como aprender matemática financeira?

Ao contrário do que muitos pensam, esse capítulo tão específico da matemática pode ser aprendido com métodos de ensino alternativos; seja por meio de estudos de longa ou média duração, no nível de graduação ou de especialização, ou simplesmente com aula de matemática particular. Para começar a estudar, basta fazer a sua escolha.

Porém, não é com a metodologia do Lego que você se tornará um expert no assunto!

O percurso acadêmico

Uma das possibilidades para o estudante que deseja se especializar em finanças é o percurso acadêmico. Ou seja, ingressar em uma Universidade, fazer um curso de graduação e de pós-gradução, como um mestrado, doutorado ou uma especialização. Entre todas as graduações, você pode optar por um curso como Economia, Administração ou Matemática.

Podemos citar as Universidades mais bem cotadas para esses cursos: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Universidade de São Paulo (USP), Escola de Economia de São Paulo (EESP), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV-EAESP), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).

Novas alternativas: cursos de economia online

Com a chegada da Internet, do ensino à distância, e dos tutoriais individuais, é possível aprender matemática financeira sozinho.

Na web existem várias oportunidades para apreender desde noções básicas de economia até cursos mais aprofundados. Alguns destes portais oferecem gratuitamente a informação, como é o caso do Portal do Investidor e do Dinheirama, mas existem também cursos pagos a preços acessíveis, como os do MaiseducaInvesteducar e Instituto Educacional BM&F Bovespa.

Conheça alguns deles:

Educação financeira para jovens, pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). É direcionado sobretudo para adolescentes e jovens adultos, mas é aberto a pessoas de todas as idades. O conteúdo das aulas é ofertado por meio de slides animados com conceitos básicos sobre orçamento, endividamento, poupança e investimentos. Ao fim dos módulos, são realizadas avaliações de conhecimento. O curso disponibiliza planilha de orçamento e links para consulta. Depois de inscrito, o participante tem até 30 dias para a conclusão. Não há o acompanhamento de professores neste curso.

Cursos de Economia, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Formulado por professores da FGV, há diversas opções de cursos de atualização: Economia Empresarial, Finanças Internacionais e Política Macroeconômica e Introdução à Economia. Em um formato bastante didático, os módulos ensinam os conceitos fundamentais de economia, sempre com exemplos do dia a dia. Os cursos de atualização são ideais para quem deseja aprimorar a sua prática profissional, com o desenvolvimento de novas habilidades e foco na aplicação prática no dia a dia, além de oportunidades para compartilhar conhecimento e trocar experiências, expandindo o seu networking.

Análise e planejamento financeiro, pelo SebraeO portal de ensino a distância do Sebrae possui um vasto leque de opções de cursos, oficinas, aulas e programas na área de finanças. Conheça alguns temas: Controle de gastos no comércio, Análise e planejamento financeiro, Controlar meu dinheiro, Formar preço, Gestão financeira, Contabilidade para empresários, Por que falar de educação financeira…

Finanças pessoais e investimento em ações, pela BM&FBovespa. A Bolsa de Valores de São Paulo é outra instituição que oferece cursos na área de investimentos, dos assuntos mais básicos aos mais complexos, por meio da plataforma de ensino Veduca. Alguns assuntos: A Bolsa: Seus Ambientes e Mercados, Análise Fundamentalista, Como Investir no Tesouro Direto, Finanças Pessoais e Investimentos em Ações, Mercado de Ações e Mercado Futuro Agropecuário.

Aprenda matemática financeira com aulas particulares

A melhor maneira de aprender economia ainda é com um professor!

Saiba que estas modalidades de ensino online, apesar de bem completas e de qualidade, certamente não são suficientes para compreender e aprender matemática financeira plenamente.

Por que não aumentar seus conhecimentos e desfrutar de todos os benefícios das aulas com um professor particular?

Há muitos professores experientes e com habilidades matemáticas comprovadas que podem lhe fornecer a ajuda e o apoio necessários para entender melhor esse ramo específico da matemática.

O profissional pode se deslocar até a sua casa, e será capaz de adaptar o programa às suas limitações e necessidades. Há vários perfis disponíveis: desde ex-professores aposentados a universitários de matemática ou economia.

Claro, é possível encontrar um professor de matemática nos classificados ou consultando a lista de professores disponíveis nas universidades de sua cidade.

Mas se você quer um apoio sério, beneficiar de acompanhamento regular, tudo a um preço acessível, é aconselhável procurar profissionais em plataformas online como a do Superprof. Esses portais servem como um intermediário entre você e o professor; há uma seleção séria de professores, com diversos perfis em função da formação e experiência.

A matemática financeira não é algo muito fácil de se aprender, por isso que não bastam algumas aula de matematica basica para aprender e dominar o conteúdo. Para tal, procure um professor particular. Você não vai se arrepender!!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes