A maior rede de estudos do Brasil

quais citocinas são inflamatorias?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A citocina (também chamados citoquinas) são proteínas que regulam a função das células que produzem em outros tipos de células. São os agentes responsáveis pela comunicação intercelular, induzem a ativação de receptores específicos de membrana, funções de proliferação e diferenciação celular, quimiotaxia, crescimento e modulação da secreção de imunoglobulinas.

São produzidos principalmente por linfócitos e macrófagos ativados, embora também possam ser produzidos por leucócitos polimorfonucleares (PMN), células endoteliaisepiteliais, adipócitos, tecido muscular ( miócitos ) e tecido conjuntivo. As citocinas secretadas pelos linfócitos são chamadas linfocinas, as produzidas pelos macrófagos (Mf) são monocinas, etc. (dependendo do tipo de célula). Sua ação fundamental consiste na regulação do mecanismo de inflamação.

A citocina (também chamados citoquinas) são proteínas que regulam a função das células que produzem em outros tipos de células. São os agentes responsáveis pela comunicação intercelular, induzem a ativação de receptores específicos de membrana, funções de proliferação e diferenciação celular, quimiotaxia, crescimento e modulação da secreção de imunoglobulinas.

São produzidos principalmente por linfócitos e macrófagos ativados, embora também possam ser produzidos por leucócitos polimorfonucleares (PMN), células endoteliaisepiteliais, adipócitos, tecido muscular ( miócitos ) e tecido conjuntivo. As citocinas secretadas pelos linfócitos são chamadas linfocinas, as produzidas pelos macrófagos (Mf) são monocinas, etc. (dependendo do tipo de célula). Sua ação fundamental consiste na regulação do mecanismo de inflamação.

User badge image

Neryslayne

Há mais de um mês



Citocinas pró-inflamatórias atuam promovendo o processo inflamatório, garantindo que as reações ocorram e o insulto inicial seja eliminado. As anti-inflamatórias atuam como um freio desse processo, impedindo uma resposta exacerbada e que possivelmente produza efeitos indesejáveis da própria inflamação e do processo de cicatrização. Entre as citocinas mais conhecidas e usadas na pratica clínica e experimental, estão as interleucinas (IL), as quais estão envolvidas na progressão ou terapia de diversas doenças, principalmente a hipertensão arterial e diabetes. As interleucinas atuam entre leucócitos ativando ou inibindo processos celulares, como proliferação, diferenciação, produção de moléculas e desenvolvimento de células hematopoiéticas. Alguns exemplos de IL são; fator de necrose tumoral, interferons e aproximadamente 25 tipos de IL.


Outro tipo de citocina essencial à resposta inflamatória são as quimiocinas, as quais além das funções básicas de citocinas, elas interferem na angiogênese (formação de novos vasos), recrutamento, quimiotaxia e diapedese de leucócitos. Atualmente as interleucinas e quimiocinas são consideradas potenciais alvos para fármacos e terapias para tratamento de doenças inflamatórias como artrite reumatoide entre outras.



Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas