PERGUNTA END

Leia o texto a seguir, levando em consideração nossas discussões sobre as formas e os limites do jornalismo no mundo contemporâneo.

 

Coletivo de Notícias Del Sur (CoNoSur), da Argentina, entende que, pela internet, tornam-se factíveis "projetos de comunicação alternativa situados em diferentes lugares do globo, que podem forjar vínculos e enriquecer seus conhecimentos mediante o intercâmbio de experiências, em seus contextos específicos, possibilitando, em muitos casos, a ação concreta". O Indymedia, que reúne jornalistas e ativistas em duzentas cidades do mundo, estrutura-se em redações interconectadas, distribui boletins semanais por correio eletrônico e tem quinhentas listas em vários idiomas. O Indymedia insiste na necessidade de existir "uma alternativa consistente com a mídia empresarial, que frequentemente distorce fatos e apresenta interpretações de acordo com os interesses dos ricos e dos poderosos". Sob o lema "A voz dos sem voz", apresenta-se como "alternativa democrática de comunicação para a criação de relatos radicais, acurados e veementes da verdade". O Rebelión, da Espanha, pretende ser "um meio de informação alternativa que dá às notícias um tratamento mais objetivo, na linha de mostrar os interesses que os poderes econômicos e políticos do mundo capitalista ocultam para manter seus privilégios e o status quo".

 

MORAES, D. Comunicação Alternativa em Rede e Difusão Contra-Hegemônica. In: COUTINHO, E. (Org.). Comunicação e Contra-Hegemonia. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2008 (adaptado).

 

No texto apresentado, o autor aponta algumas características das novas modalidades comunicacionais criadas com o surgimento da internet e de suas possibilidades multimidiáticas, enfatizando o

Escolha uma:

a. aspecto técnico e ideológico dos novos dispositivos comunicacionais, utilizado para construir um novo modelo de comunicação colaborativo, quem tem como fonte de pautas as reportagens da mídia tradicional, que podem ser ampliadas e disseminadas.

b. aspecto ativo de construção de novas visões de mundo que articula grupos de jornalistas e diferentes profissionais localizados em diversas regiões do mundo, que se apropriam das novas modalidades midiáticas.

c. aspecto democrático das novas mídias que consolida a estrutura tradicional da comunicação, permitindo que os consumidores de conteúdo tenham acesso a um maior volume de informações, antes impensável.

d. aspecto descentralizado das novas mídias e suas potencialidades no fortalecimento dos papéis estabelecidos entre produtores e consumidores de conteúdo, fazendo uma revolução midiática em nível internacional.

e. aspecto virtual das novas modalidades comunicacionais que pressupõe convergências em uma mesma plataforma por meio da utilização de softwares proprietários que incentivam a produção e circulação de conhecimento.

Disciplina:Comunicação Social e Jornalismo1.519 materiais

1 resposta(s)

Carregar mais