A maior rede de estudos do Brasil

conceito de glicogenese


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A glicólise, a gliconeogênese, a glicogênese e a glicogenólise são processos frequentemente confundidos.

A glicólise é um processo anaeróbico que se consiste na quebra da molécula de glicose em duas moléculas de ácido pirúvico com saldo energético de dois ATP em um processo de hidrolise, isto é, de uma reação química em que se utiliza a água para quebra de uma molécula em outras duas. A enzima que catalisa tal reação é a hidrolase. Costuma-se dividir a glicólise em duas etapas que são a fase preparatória, onde ocorre a hidrólise de ATP, e a fase de pagamento, onde se formam quatro moléculas de ATP e o “pagamento” das moléculas gastas inicialmente. A reação global da glicólise está exposta baixo:


\[\boxed{{{Glicose}} + {\ }2{{NA}}{{{D}}^{{\ + }}} + {\ }2{{ADP}} + {\ }2{{{P}}_i} \to 2{{NADH}} + {\ }2{{piruvato}} + {\ }2{{ATP}} + {\ }2{{{H}}_{{2}}}{{O}}}\]

Por sua vez, a gliconeogênese é uma via que converte piruvato e outros compostos relacionados em glicose, ou seja, a glicogênese ocorre para sintetizar glicose a partir de precursores não-carboidratos.

Já a glicogênese trata-se de um conjunto de processo que ocorrem para produzir o glicogênio no fígado e músculos.

Por fim, a glicogenólise consiste na degradação do glicogênio que ocorre por meio da retirada sucesso de moléculas de glicose.

A glicólise, a gliconeogênese, a glicogênese e a glicogenólise são processos frequentemente confundidos.

A glicólise é um processo anaeróbico que se consiste na quebra da molécula de glicose em duas moléculas de ácido pirúvico com saldo energético de dois ATP em um processo de hidrolise, isto é, de uma reação química em que se utiliza a água para quebra de uma molécula em outras duas. A enzima que catalisa tal reação é a hidrolase. Costuma-se dividir a glicólise em duas etapas que são a fase preparatória, onde ocorre a hidrólise de ATP, e a fase de pagamento, onde se formam quatro moléculas de ATP e o “pagamento” das moléculas gastas inicialmente. A reação global da glicólise está exposta baixo:


\[\boxed{{{Glicose}} + {\ }2{{NA}}{{{D}}^{{\ + }}} + {\ }2{{ADP}} + {\ }2{{{P}}_i} \to 2{{NADH}} + {\ }2{{piruvato}} + {\ }2{{ATP}} + {\ }2{{{H}}_{{2}}}{{O}}}\]

Por sua vez, a gliconeogênese é uma via que converte piruvato e outros compostos relacionados em glicose, ou seja, a glicogênese ocorre para sintetizar glicose a partir de precursores não-carboidratos.

Já a glicogênese trata-se de um conjunto de processo que ocorrem para produzir o glicogênio no fígado e músculos.

Por fim, a glicogenólise consiste na degradação do glicogênio que ocorre por meio da retirada sucesso de moléculas de glicose.

User badge image

Hanna Queiroz

Há mais de um mês

A glicogênese é a síntese de glicogênio a partir de glicose
User badge image

Kaique Feitosa

Há mais de um mês

glicogênese é o processo de “juntar” glicoses para formar o glicogênio.

User badge image

Gisele Cristina

Há mais de um mês

É Processo bioquímico que transforma a glicose em glicogênio.

Ocorre virtualmente em todos os tecidos animais, mas é proeminente no fígado e músculos.

O músculo armazena apenas para o consumo próprio e só utiliza durante o exercício,  quando há necessidade de energia rápida.

O glicogênio é uma fonte imediata de glicose para os músculos quando há a diminuição da glicose sanguínea (hipoglicemia). O glicogênio fica disponível no fígado e músculos, sendo consumido totalmente cerca de 24 horas após a última refeição.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas