A maior rede de estudos do Brasil

Elabore um protótipo de política de segurança da informação supondo que tenha sido contratado como consultor por uma empresa

que atue em atividade industrial. A rede fabril estará isolada e terá sua própria política de segurança, que não será escopo de sua assistência. Neste protótipo, por ser meramente orientativo á equipe que supostamente elaborará a política interna de segurança,


1 resposta(s)

User badge image

joao

Há mais de um mês

Elabore um protótipo de política de segurança da informação supondo que tenha sido contratado como consultor por uma empresa que atue em atividade industrial. A rede fabril estará isolada e terá sua própria política de segurança, que não será escopo de sua assistência. Neste protótipo, por ser meramente orientativo á equipe que supostamente elaborará a política interna de segurança, não será necessário descer a a regulamentos ou procedimentos, limite-se às diretrizes gerais tanto para atuação da equipe de TI (respeitando a LGPD) quanto para os colaboradores, leve em consideração o previsto na norma ISO 27001. Os temas BYOD, engenharia social, senhas, diretrizes gerais para desenho de aplicações corporativas seguras e características mínimas para construção do DRP devem fazer parte obrigatória do protótipo. Espera-se que o protótipo tenha apresentação semelhante à uma entrega real de consultoria, com capa, apresentação de sua empresa (0,5 lauda), descrição genérica de uma politica de segurança (o que é, porquê deve ser criada, quem deve criá-la aprová-la e mante-la e onde deve ser mantida) (1 lauda), protótipo propriamente dito (5 laudas), agradecimento e conclusão (0,5 lauda). Dica de formação: letra Arial, corpo 10, espaçamento 1,5, folha A4, MSWor

Elabore um protótipo de política de segurança da informação supondo que tenha sido contratado como consultor por uma empresa que atue em atividade industrial. A rede fabril estará isolada e terá sua própria política de segurança, que não será escopo de sua assistência. Neste protótipo, por ser meramente orientativo á equipe que supostamente elaborará a política interna de segurança, não será necessário descer a a regulamentos ou procedimentos, limite-se às diretrizes gerais tanto para atuação da equipe de TI (respeitando a LGPD) quanto para os colaboradores, leve em consideração o previsto na norma ISO 27001. Os temas BYOD, engenharia social, senhas, diretrizes gerais para desenho de aplicações corporativas seguras e características mínimas para construção do DRP devem fazer parte obrigatória do protótipo. Espera-se que o protótipo tenha apresentação semelhante à uma entrega real de consultoria, com capa, apresentação de sua empresa (0,5 lauda), descrição genérica de uma politica de segurança (o que é, porquê deve ser criada, quem deve criá-la aprová-la e mante-la e onde deve ser mantida) (1 lauda), protótipo propriamente dito (5 laudas), agradecimento e conclusão (0,5 lauda). Dica de formação: letra Arial, corpo 10, espaçamento 1,5, folha A4, MSWor

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes