A maior rede de estudos do Brasil

Por que a membrana basilar tem organização tonotópica?


1 resposta(s)

User badge image

Jonathan Henrique

Há mais de um mês

A membrana basilar percorre toda a extensão da cóclea e apresenta fibras de diferentes tamanhos, que vibram de acordo com a frequência do som captado, como se fossem as cordas de uma harpa. As fibras nas partes mais baixas da cóclea são mais curtas e esticadas e percebem os sons mais agudos, enquanto aquelas nas partes mais altas são mais longas e frouxas, percebendo sons mais graves. Ou seja, o conteúdo da informação que será enviada ao cérebro é determinado pela região da membrana basilar que é estimulada. As fibras dessa membrana são capazes de detectar todos os sons audíveis pelo ouvido humano. Essa disposição da membrana basilar, com áreas específicas captando diferentes frequências recebe o nome de distribuição tonotópica.

A membrana basilar percorre toda a extensão da cóclea e apresenta fibras de diferentes tamanhos, que vibram de acordo com a frequência do som captado, como se fossem as cordas de uma harpa. As fibras nas partes mais baixas da cóclea são mais curtas e esticadas e percebem os sons mais agudos, enquanto aquelas nas partes mais altas são mais longas e frouxas, percebendo sons mais graves. Ou seja, o conteúdo da informação que será enviada ao cérebro é determinado pela região da membrana basilar que é estimulada. As fibras dessa membrana são capazes de detectar todos os sons audíveis pelo ouvido humano. Essa disposição da membrana basilar, com áreas específicas captando diferentes frequências recebe o nome de distribuição tonotópica.

Essa pergunta já foi respondida!