A maior rede de estudos do Brasil

Diferenças de injuria renal. doença renal, e insuficiencia renal aguda e cronica ?


1 resposta(s)

User badge image

livia conti sampaio

Há mais de um mês

atualmente são mais utilizados injuria renal aguda e doença renal cronica, a injuria renal aguda é caracterizada como uma alteração subita na função renal, que pode ser revertida ou pode evoluir para doença renal cronica dependendo do grau de acometimento renal. a injuria renal aguda pode evoluir em horas a dias, e é caracterizada como redução do fluxo urinário (oliguria <400 - 500 ml de diurese/dia, ou formas não oliguricas com redução do fluxo apenas), pode evoluir para sindrome uremica, com alterações neurologicas por acumulo de ureia no organismo, pericardte uremica, hipertensão,anemia, sobrecarga de volume, geralmente está associada a uma história clinica sugestiva como diabetes, lupus, hipertensao arterial principalmente em pacientes jovens, uso cronico de medicamentos que podem causar lesão renal. a principal causa de IRA é a pré renal, que pode estar associada a hipoperfusão renal. Laboratorialmente a IRA se caracteriza por aumento na creatinina serica em 0,3 ou mais ou em 1,5x o valor basal em 48 horas e/ou debito urinario < 0,5 ml/kg/hora (por 6 horas ou mais)

Já a doença renal cronica, está associada a uma doença pre existente que provoque lesão renal como a diabetes, que e uma das principais causas de DRC (nefropatia diabetica), que é caracterizada por alterações laboratoriais como taxa de filtração glomerular < 60 ml/min/1,73 m² ou evidencia de dano renal como albuminuria, ou achados anormais no exame de imagem com pelo menos 3 meses de duração, sendo o caracter temporal e comparativo fundamental para a diferenciação das duas.

atualmente são mais utilizados injuria renal aguda e doença renal cronica, a injuria renal aguda é caracterizada como uma alteração subita na função renal, que pode ser revertida ou pode evoluir para doença renal cronica dependendo do grau de acometimento renal. a injuria renal aguda pode evoluir em horas a dias, e é caracterizada como redução do fluxo urinário (oliguria <400 - 500 ml de diurese/dia, ou formas não oliguricas com redução do fluxo apenas), pode evoluir para sindrome uremica, com alterações neurologicas por acumulo de ureia no organismo, pericardte uremica, hipertensão,anemia, sobrecarga de volume, geralmente está associada a uma história clinica sugestiva como diabetes, lupus, hipertensao arterial principalmente em pacientes jovens, uso cronico de medicamentos que podem causar lesão renal. a principal causa de IRA é a pré renal, que pode estar associada a hipoperfusão renal. Laboratorialmente a IRA se caracteriza por aumento na creatinina serica em 0,3 ou mais ou em 1,5x o valor basal em 48 horas e/ou debito urinario < 0,5 ml/kg/hora (por 6 horas ou mais)

Já a doença renal cronica, está associada a uma doença pre existente que provoque lesão renal como a diabetes, que e uma das principais causas de DRC (nefropatia diabetica), que é caracterizada por alterações laboratoriais como taxa de filtração glomerular < 60 ml/min/1,73 m² ou evidencia de dano renal como albuminuria, ou achados anormais no exame de imagem com pelo menos 3 meses de duração, sendo o caracter temporal e comparativo fundamental para a diferenciação das duas.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes