A maior rede de estudos do Brasil

diferencie imunodeficiencia primaria de imunodeficiencia secundarias?

Imunologia

UNIC


1 resposta(s)

User badge image

Ricardo Felisbino

Há mais de um mês

Existem dois tipos de doenças decorrentes de imunodeficiência:


  • Primária: Em geral, essas doenças estão presentes desde o nascimento e são distúrbios genéticos geralmente hereditários. Manifestam-se caracteristicamente durante o primeiro ano de vida ou durante a infância. Contudo, algumas doenças autoimunes primárias (como imunodeficiência comum variável) não são identificadas até a idade adulta. Existem mais de 100 doenças primárias decorrentes de imunodeficiência. Todas são relativamente raras.
  • Secundária: Essas doenças geralmente se desenvolvem mais tarde e muitas vezes resultam do uso de certos fármacos ou de outro distúrbio como diabetes ou o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Elas são mais comuns do que as doenças primárias decorrentes de imunodeficiência.

Algumas doenças decorrentes de imunodeficiência encurtam a expectativa de vida. Outras persistem durante toda a vida sem, no entanto, afetar a expectativa de vida e algumas outras, ainda, desaparecem com ou sem tratamento

Existem dois tipos de doenças decorrentes de imunodeficiência:


  • Primária: Em geral, essas doenças estão presentes desde o nascimento e são distúrbios genéticos geralmente hereditários. Manifestam-se caracteristicamente durante o primeiro ano de vida ou durante a infância. Contudo, algumas doenças autoimunes primárias (como imunodeficiência comum variável) não são identificadas até a idade adulta. Existem mais de 100 doenças primárias decorrentes de imunodeficiência. Todas são relativamente raras.
  • Secundária: Essas doenças geralmente se desenvolvem mais tarde e muitas vezes resultam do uso de certos fármacos ou de outro distúrbio como diabetes ou o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Elas são mais comuns do que as doenças primárias decorrentes de imunodeficiência.

Algumas doenças decorrentes de imunodeficiência encurtam a expectativa de vida. Outras persistem durante toda a vida sem, no entanto, afetar a expectativa de vida e algumas outras, ainda, desaparecem com ou sem tratamento

Essa pergunta já foi respondida!