A maior rede de estudos do Brasil

Tire suas dúvidas ou comente o contrário?

Disc.: LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO1.Em relação às funções da linguagem, é verdade que:

A função metalinguística é orientada para o destinatário. Caracteriza-se pela 2.ª pessoa do verbo e por frases no vocativo e imperativo, dando a ideia de ordem ou conselho ao destinatário.

Na função poética, a mensagem está voltada para si mesma: suas características físicas, sonoras e visuais. A função poética é predominante na estrutura da construção da poesia, segundo Jakobson. Dessa forma, as outras funções ficam subordinadas a ela.

A função emotiva, ou expressiva, é uma função dominante nas mensagens e que precisa ser observada para a identificação das outras funções. Ela sugere uma equivalência entre mensagem e contexto, pois reflete o mundo com mensagens claras, objetivas, sem ambiguidades.Linguisticamente, é caracterizada pela 3.ª pessoa do verbo. Essa função é identificada nos noticiários de rádio e televisão, pois a estrutura da mensagem veiculada é objetiva.

A função conotativa refere-se ao código. Ela ocorre quando é preciso verificar se o remetente e o destinatário estão usando o mesmo código, retornando a ele.

A função referencial expressa a ideia de quem fala, desperta emoção – seja ela verdadeira ou não. Linguisticamente, é caracterizada pela 1.ª pessoa, interjeições, adjetivos, advérbios e sinais de pontuação.



Explicação:

A função poética é denominada dessa forma porque confere à linguagem elementos inovadores e sinestésicos. Dessa forma, trata-se de um recurso muito utilizado nos textos literários, em especial na poesia.




 2.Segundo a perspectiva de Jorge Pedro Souza (2006) a respeito dos conceitos de comunicação e informação, pode-se dizer que:

A informação depende da comunicação, mas, por outro lado, pode haver comunicação sem troca de informação.

Comunicação e informação são conceitos independentes.

A comunicação depende da informação. Só há comunicação com troca de informação.

A comunicação e a informação são totalmente dependentes uma da outra.

A informação depende da comunicação, não podendo haver comunicação sem troca de informação.



Explicação:

O compartilhamento de uma informação precisa de um suporte comunicacional para acontecer. Assim, a informação depende da comunicação. Entretanto, pode haver comunicação sem troca de informação, como nas situações em que grupos de pessoas compartilham experiências (SOUZA, 2006).




 3.O que seria o elemento básico da comunicação redundância? 

É a parte do código conhecida e utilizada por um emissor ou um receptor. Para uma comunicação eficiente, é preciso que emissor e receptor não apenas usem o mesmo código, como também a redundância. Trata-se do vocabulário do código, a lista de signos desse código.

Não quer dizer o simples entendimento da mensagem. Refere-se ao fato de que o receptor precisa estar conectado física e psicologicamente à mensagem.

Refere-se ao meio físico que transporta os sinais do emissor até o receptor. Na prática da comunicação, percebe-se que existem cadeias de redundância que unem o emissor ao receptor.

Há redundância quando há a utilização de mais signos do que o necessário para a transmissão de uma informação. A redundância serve para neutralizar os ruídos do canal e também para aumentar a clareza e diminuir a ambiguidade da mensagem. O excesso de redundância gera problema na comunicação.

Elementos de uma mensagem como palavras, gestos e imagens.



Explicação:

Quanto maior for a taxa de informação da mensagem, menor é a taxa de redundância, e vice-versa (PEREIRA, 2007).




 4.De acordo com a Teoria da Informação, a comunicação seria composta por:

Funções da linguagem. São elas: referencial, emotiva, conotativa, fática, metalinguística e poética.

Emissores e receptores, que são interdependentes e influenciam um ao outro.

Elementos básicos - remetente que envia uma mensagem ao destinatário. A mensagem requer um contexto para ser considerada eficaz. Esse contexto precisa ser apreensível pelo destinatário, além de verbal ou suscetível de verbalização. A mensagem também requer um código que seja comum, ao menos parcialmente, ao remetente e ao destinatário. Ela não requer um contato, necessariamente.

Elementos básicos diversos que variam caso a caso.

Funções da linguagem é um tema explorado por Jakobson. O fato é que, para a Teoria da Informação, a comunicação deve ser composta pelos elementos básicos: fonte de informação, que produz uma mensagem, como a palavra no telefone; codificador, ou emissor, que faz da mensagem sinais, com o objetivo de que ela seja transmissível (o telefone transforma a voz em oscilações elétricas); canal, meio para transportar os sinais (cabo telefônico); decodificador, ou receptor, que reconstrói a mensagem com base nos sinais; e, por fim, destinação, pessoa ou coisa para a qual a mensagem é transmitida.



Explicação:

Funções da linguagem é um tema explorado por Jakobson. O fato é que, para a Teoria da Informação, a comunicação deve ser composta pelos elementos básicos: fonte de informação, que produz uma mensagem, como a palavra no telefone; codificador, ou emissor, que faz da mensagem sinais, com o objetivo de que ela seja transmissível (o telefone transforma a voz em oscilações elétricas); canal, meio para transportar os sinais (cabo telefônico); decodificador, ou receptor, que reconstrói a mensagem com base nos sinais; e, por fim, destinação, pessoa ou coisa para a qual a mensagem é transmitida.




 5.Sobre o esquema de comunicação do linguista russo Roman Jakobson, diz-se que:

Jakobson acrescentou três elementos (contexto, contato e código) aos elementos abordados por Adorno e presentes na Teoria Crítica (remetente/emissor, mensagem, destinatário/receptor).

Ele repetiu o esquema de Bühler, modificando apenas as terminologias utilizadas. Por isso, seu trabalho é criticado.

Bühler repetiu o seu esquema, modificando apenas as terminologias utilizadas. Por isso, o seu trabalho é criticado.

Jakobson acrescentou três elementos (remetente/emissor, mensagem, destinatário/receptor) aos elementos abordados por Bühler e presentes na Teoria Hipodérmica (contexto, contato e código).

Jakobson acrescentou três elementos (contexto, contato e código) aos elementos abordados por Bühler e presentes na Teoria Hipodérmica (remetente/emissor, mensagem, destinatário/receptor).



Explicação:

O autor propôs analisar a comunicação com base nos processos e na sua estrutura. Para ele, é preciso avaliar as propriedades da mensagem, do remetente e do destinatário, e se este está recebendo a mensagem de fato.





1 resposta(s)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes