A maior rede de estudos do Brasil

TEP-1 - A fidedignidade de um teste psicológico é:

Psicologia

ESTÁCIO


3 resposta(s)

User badge image

Michele Campos Guesser

Há mais de um mês

Isso é muito difícil real
Isso é muito difícil real
User badge image

Luana Oliveira

Há mais de um mês

A fidedignidade é frequentemente explicada em termos do processo de mensuração na física e engenharia. Quando nós mensuramos, por exemplo, o comprimento de uma mesa, assumimos que nossas mensurações são razoavelmente fidedignas. Podemos checar isto fazendo várias mensurações do comprimento da mesa e em seguida compará-las. Mesmo que venhamos a repetir este procedimento inúmeras vezes com o propósito particular de alcançar a precisão, é improvável que obtenhamos exatamente a mesma medida do comprimento da mesa em cada tentativa de mensuração. As mensurações do comprimento da mesa certamente variarão de uma tentativa para outra e ficaríamos razoavelmente contentes se os erros fossem apenas pequenos. Nas ciências sociais e, particularmente nas ciências do comportamento, a falta de fidedignidade das medidas pode se constituir num grande problema. De fato, a falta de fidedignidade de um teste psicológico pode ter efeitos devastadores e extremamente desagradáveis, de maneira que devemos em primeiro lugar construir testes que sejam os mais fidedignos possíveis, e em segundo lugar levar em consideração a falta de uma fidedignidade perfeita na interpretação dos resultados dos testes. Todos os testes publicados são requeridos a registrarem com detalhes a fidedignidade e como ela foi calculada, e qualquer que seja a forma com que um teste foi construído e usado, informações sobre a fidedignidade devem necessariamente ser incluídas. Nenhum teste será absolutamente consistente. Não obstante, torna-se necessário fazer testes psicológicos que sejam o mais fidedigno possível. Há vários métodos para mensurar a fidedignidade de um teste.

User badge image

Fabio Carmo

Há mais de um mês

É a consistência dos resultados obtidos pelo sujeito, ou seja, o grau em que os achados se mantêm em diferentes momentos de aplicação, utilizando o mesmo teste; ou em uma mesma ocasião, utilizando testes equivalentes;é a consistência dos resultados obtidos pelo sujeito, ou seja, o grau em que os achados se mantêm em diferentes momentos de aplicação, utilizando o mesmo teste; ou em uma mesma ocasião, utilizando testes equivalentes.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes