A maior rede de estudos do Brasil

Quais eventos pressionaram a Inglaterra a reconhecer a independência dos Estados Unidos?

HistóriaJi Pedra Branca

3 resposta(s)

User badge image

Luana

Há mais de um mês

Guerra de Independência dos Estados UnidosGuerra Revolucionária AmericanaGuerra Americana da Independência,[nota 1] Guerra da Revolução Americana, ou simplesmente Guerra Revolucionária nos Estados Unidos, foi um conflito armado entre o Reino da Grã-Bretanha e as Treze Colônias na América do Norte, que haviam declarado sua independência como os Estados Unidos da América.[3] Logo após a Guerra dos Sete Anos, começou a crescer nas colônias britânicas na América um sentimento de descontentamento com a metrópole, baseado em diferenças filosóficas e políticas exacerbadas com o azedamento dos laços entre a Coroa e os povos da colônia. Após a introdução da Lei do selo de 1765, os Patriotas (como se chamavam os americanos pró-independência) protestaram contra a ideia de "tributação sem representatividade" e iniciaram boicotes contra os ingleses; um grupo conhecido como "Filhos da Liberdade" acabou destruindo um carregamento de chá no ancoradouro de Boston. O governo britânico respondeu fechando os portos da cidade e passou medidas punitivas contra Massachusetts. Os colonos, por sua vez, instituíram as "Resoluções de Suffolk", estabelecendo um governo paralelo para tentar tirar dos ingleses o controle das áreas fora da cidade de Boston. Representantes das colônias americanas estabeleceram então o Congresso Continental para coordenar os esforços de resistência e estabelecer comitês e convenções para efetivamente tomar o poder.

Guerra de Independência dos Estados UnidosGuerra Revolucionária AmericanaGuerra Americana da Independência,[nota 1] Guerra da Revolução Americana, ou simplesmente Guerra Revolucionária nos Estados Unidos, foi um conflito armado entre o Reino da Grã-Bretanha e as Treze Colônias na América do Norte, que haviam declarado sua independência como os Estados Unidos da América.[3] Logo após a Guerra dos Sete Anos, começou a crescer nas colônias britânicas na América um sentimento de descontentamento com a metrópole, baseado em diferenças filosóficas e políticas exacerbadas com o azedamento dos laços entre a Coroa e os povos da colônia. Após a introdução da Lei do selo de 1765, os Patriotas (como se chamavam os americanos pró-independência) protestaram contra a ideia de "tributação sem representatividade" e iniciaram boicotes contra os ingleses; um grupo conhecido como "Filhos da Liberdade" acabou destruindo um carregamento de chá no ancoradouro de Boston. O governo britânico respondeu fechando os portos da cidade e passou medidas punitivas contra Massachusetts. Os colonos, por sua vez, instituíram as "Resoluções de Suffolk", estabelecendo um governo paralelo para tentar tirar dos ingleses o controle das áreas fora da cidade de Boston. Representantes das colônias americanas estabeleceram então o Congresso Continental para coordenar os esforços de resistência e estabelecer comitês e convenções para efetivamente tomar o poder.

User badge image

Thiago

Há mais de um mês

Esse processo de independência iniciou-se devido à insatisfação dos colonos com a Inglaterra (que era a metrópole das Treze Colônias americanas), devido ao aumento dos impostos e da exploração sobre eles. Por outro lado, a Inglaterra ignorava todos os protestos dos colonos a respeito do aumento de impostos. À medida que novas leis eram decretadas, a insatisfação popular aumentava, Isso fez com que a Inglaterra revogasse a Lei do Selo em 1766, por exemplo.

Porém, o elemento final que provocou a insatisfação popular foi a postura da metrópole após a Lei do Chá, decretada em 1773. Essa lei estipulou o monopólio da venda do chá para a Companhia das Índias Orientais, o que desagradou as elites locais que reagiram, em 16 de dezembro de 1773, este episódio que ficou conhecido como Festa do chá de Boston (Boston Tea Party).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes