A maior rede de estudos do Brasil

Me ajudem por favor na resolução dessa atividade!!!

1)- Fato jurídico é todo e qualquer acontecimento, relevante para a vida humana que encontre suporte no ordenamento jurídico. Já negócio jurídico é:

(I) O ato emanado de uma vontade qualificada, visando um determinado fim, a que o direito empresta validade.

(II) Aquele ato que depende de participação de duas ou mais pessoas, no pólo ativo e passivo da relação, em face da bilateralidade ínsita nos atos jurídicos (III) Qualquer fato que não provenha das forças naturais (força maior) ou da imprevisibilidade dos homens (caso fortuito)

a)     Somente a alternativa (I) está correta.

b)     Somente a alternativa (II) está correta.

c)     Somente a alternativa (III) está correta.

d)     Somente as alternativas (I) e (II) estão corretas.

e)     Somente as alternativas (I) e (III) estão corretas.

f)      Todas estão corretas.

2) O princípio da autonomia da vontade, que no passado já foi absoluto, representado pelo pacta sunt servanda, na atualidade encontra limitações:

(I) Nos princípios de ordem pública (função social da propriedade, respeito à dignidade humana, etc.) e na boa-fé (CC, art. 422).

(II) Outro fator de limitação é a teoria da imprevisão (cláusula rebus sic stantibus) pela qual ocorrendo fatos imprevisíveis e extraordinários, tornando o contrato extremamente oneroso para uma das partes, a mesma poderá pedir a resolução do negócio (CC, art. 478).

(III) Outro aspecto de limitação da autonomia da vontade é aquele pelo qual os negócios jurídicos para sua validade, necessitam de agente capaz; objeto lícito, possível, determinado ou determinável; forma prescrita ou não defesa em lei (CC, art. 104)

a)     Somente a alternativa (I) está correta.

b)     Somente a alternativa (II) está correta.

c)     Somente a alternativa (III) está correta.

d)     Somente as alternativas (I) e (II) estão corretas.

e)     Somente as alternativas (I) e (III) estão corretas.

f)      Todas estão corretas.

3)- A eficácia dos negócios jurídicos está diretamente relacionada à aptidão do ato para produzir efeitos. Assim, não se confunde eficácia com validade porque o negócio jurídico pode ser válido, porém ineficaz, como pode ser inválido e ser eficaz. Nesse sentido, assinale no quadro abaixo a alternativa correta:

(I) O negócio jurídico simplesmente anulável subsiste enquanto não for anulado e, em regra, nesse meio-tempo, produz os efeitos a que visava. 

(II) O negócio jurídico válido pode ser ineficaz, como no caso do pacto antenupcial, que não produzirá efeitos se o casamento não chegar a se realizar.

(III) Da mesma forma o negócio jurídico nulo de pleno direito que, após vencido o prazo de decadência ou de prescrição, tornar-se-á inatacável por aquele fundamento e neste caso, adquirirá eficácia será plena

a)     Somente a alternativa (I) está correta.

b)     Somente a alternativa (II) está correta.

c)     Somente a alternativa (III) está correta.

d)     Somente as alternativas (I) e (II) estão corretas.

e)     Somente as alternativas (I) e (III) estão corretas.

f) Todas estão corretas.

4)- Tendo em vista que interpretar o negócio jurídico significa precisar o sentido e alcance do conteúdo da declaração de vontade, de sorte a apurar a vontade concreta dos contratantes, leia as proposições abaixo e assinale a resposta correta:

(I) O interprete deve procurar a vontade concreta contida na declaração da vontade, devendo atentar mais para a intenção dos contratantes do que para o sentido literal das palavras, considerando ainda a boa-fé e os usos e costumes do local do pacto, dentre outros aspectos.

(II) Deve ainda o interprete se colocar na posição do devedor e assim, fazer uma interpretação teleológica que lhe seja mais favorável, tendo em vista que os negócios jurídicos devem ser interpretados de forma mais favorável ao aderente

(III) Deverá também o interprete se ater a forma escrita porque se o negócio se encontra lavrado e assinado pelas partes, não se pode desconsiderar tal fato sob pena de se criar uma instabilidade jurídica entre as partes.


a)     Somente a alternativa (I) está correta.

b)     Somente a alternativa (II) está correta.

c)     Somente a alternativa (III) está correta.

d)     Somente as alternativas (I) e (II) estão corretas.

e)     Somente as alternativas (I) e (III) estão corretas.

f)      Todas estão corretas.

5)- Tratando-se do instituto da reserva mental, se pode afirmar que ela ocorre quando:

(I) O declarante, através do silêncio, manifesta sua concordância com o negócio jurídico entabulado, sendo aquilo que a doutrina denomina de concordância tácita.

(II) O declarante oculta sua verdadeira intenção, porém só terá relevância jurídica se a outra parte tinha conhecimento.

(III) O declarante faz a sua declaração de forma presumida, logo não sendo expressa, de tal sorte que possa alegar que não sabia o que estava assinando.


a)     Somente a alternativa (I) está correta.

b)     Somente a alternativa (II) está correta.

c)     Somente a alternativa (III) está correta.

d)     Somente as alternativas (I) e (II) estão corretas.

e)     Somente as alternativas (I) e (III) estão corretas.

f)      Todas estão corretas.

6) Considerando que o silencio também pode ser entendido como uma manifestação da vontade, neste caso equiparando-se à manifestação tácita (CC, art. 111), podemos afirmar que:

(I) Em todo e qualquer negócio jurídico o silêncio importa concordância, ou seja, anuência, seguindo aquela máxima popular que diz: “quem cala consente”

(II) A manifestação da vontade pode ser expressa pelas mais variadas formas, inclusive de forma gestual, como ocorre nos leilões, de sorte a afirmar que o silêncio somente será válido nos negócios jurídicos que visem aquisições

(III) O silêncio terá relevância nos casos em que o ordenamento jurídico expressamente autorizar ou naqueles em que não for necessária a declaração expressa.


a)     Somente a alternativa (I) está correta.

b)     Somente a alternativa (II) está correta.

c)     Somente a alternativa (III) está correta.

d)     Somente as alternativas (I) e (II) estão corretas.

e)     Somente as alternativas (I) e (III) estão corretas.

f)      Todas estão corretas.


1 resposta(s)

User badge image

Bahia

Há mais de um mês

Uma subcategoria da modalidade relação jurídica. Relação jurídica consiste em um vínculo entre dois ou mais sujeitos de direito, segundo formas que são previstas pelo ordenamento jurídico e geram direitos ou obrigações para as partes.
Uma subcategoria da modalidade relação jurídica. Relação jurídica consiste em um vínculo entre dois ou mais sujeitos de direito, segundo formas que são previstas pelo ordenamento jurídico e geram direitos ou obrigações para as partes.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes