A maior rede de estudos do Brasil

quais são a maiores diferenças anatômicas entre os incisivos superiores central e lateral ?


2 resposta(s)

User badge image

Bibi

Há mais de um mês

Os Incisivos centrais superiores possuem forma de cunha ou chave de fenda, para cortar os alimentos. Sua face vestibular apresenta dois sulcos rasos de disposição cervicoincisal, consequência da fusão dos lobos de desenvolvimento. Ele exibe uma borda incisal serrilhada, pela presença de três mamelões, que são eminências pequenas que, à semelhança dos sulcos vestibulares, constituem vestígios da separação dos lobos de desenvolvimento. Sua face lingual é mais estreita do que a procedente em virtude da convergência das faces mesial e distal para a lingual. Visto pela face vestibular o incisivo central tem a coroa estreita no terço cervical e larga no terço incisal.

Os Incisivos laterais superiores lembram os Incisivos centrais, porém são menores em todas as dimensões, com exceção do comprimento da raiz. Incisivos laterais superiores variam muito quanto à forma, mais do que qualquer outro dente. As variações deles são tão grandes que são consideradas anomalias de desenvolvimento, tais como : forma pontiaguda da coroa, presença de tubérculos pontiagudos como parte do cíngulo, sulco lingual profundo abrangendo cíngulo e parte da raiz, coroas e raízes torcidas e outras malformações. Sua face vestibular pode ser mais estreita que a do incisivo central, a coroa do incisivo lateral tem convexidade mais acentuada no sentido mesiodistal. Sua face lingual tem os mesmo elementos arquitetônicos do incisivo central, porém com cristas marginais geralmente mais salientes e fossa lingual mais profunda.
Os Incisivos centrais superiores possuem forma de cunha ou chave de fenda, para cortar os alimentos. Sua face vestibular apresenta dois sulcos rasos de disposição cervicoincisal, consequência da fusão dos lobos de desenvolvimento. Ele exibe uma borda incisal serrilhada, pela presença de três mamelões, que são eminências pequenas que, à semelhança dos sulcos vestibulares, constituem vestígios da separação dos lobos de desenvolvimento. Sua face lingual é mais estreita do que a procedente em virtude da convergência das faces mesial e distal para a lingual. Visto pela face vestibular o incisivo central tem a coroa estreita no terço cervical e larga no terço incisal.

Os Incisivos laterais superiores lembram os Incisivos centrais, porém são menores em todas as dimensões, com exceção do comprimento da raiz. Incisivos laterais superiores variam muito quanto à forma, mais do que qualquer outro dente. As variações deles são tão grandes que são consideradas anomalias de desenvolvimento, tais como : forma pontiaguda da coroa, presença de tubérculos pontiagudos como parte do cíngulo, sulco lingual profundo abrangendo cíngulo e parte da raiz, coroas e raízes torcidas e outras malformações. Sua face vestibular pode ser mais estreita que a do incisivo central, a coroa do incisivo lateral tem convexidade mais acentuada no sentido mesiodistal. Sua face lingual tem os mesmo elementos arquitetônicos do incisivo central, porém com cristas marginais geralmente mais salientes e fossa lingual mais profunda.
User badge image

Luiz

Há mais de um mês

Tamanho e forma.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes