A maior rede de estudos do Brasil

tudo sobre normas de conduta e exemplos ?


1 resposta(s)

User badge image

Naathy

Há mais de um mês

O dever humanitário: O direito de receber e fomentar assistência humanitária é um principio humanitário fundamental que assiste aos cidadãos de todos os países. A ajuda humanitária não responde a interesses partidários nem políticos.
Ajuda imparcial: A ajuda prestada não está condicionada por raça, credo, religião, opinião política, nacionalidade nem nenhuma outra distinção. A ordem de prioridade da assistência se estabelece unicamente em função das necessidades identificadas.
Respeito das culturas e dos costumes locais: A assistência que se fornece deve levar em conta as características culturais e sociais da comunidade apoiada a fim de que seja útil e apropriada.
Fomento das capacidades locais: Devem-se fortalecer os meios e as atitudes das pessoas afetadas pelo desastre e apoiar a pronta recuperação da zona empregando o pessoal local, comprando materiais locais, negociando com empresas nacionais, estabelecendo alianças com organizações locais para o planejamento e a execução de atividades e cooperando com as estruturas governamentais locais.
Participação dos beneficiários na administração da assistência: O socorro será mais eficaz e a reabilitação poderá alcançar melhores condições quando os destinatários participarem plenamente da elaboração, gestão e execução do programa de assistência.
Reconhecimento da dignidade e o respeito das pessoas assistidas: O apoio que se fornece deve levar em conta que as pessoas danificadas podem ter perdido familiares, bens e patrimônio, mas não podemos permitir que percam sua dignidade.
Erradicação dos abusos sexuais: Compromisso que o pessoal que trabalha em âmbitos humanitários tem para com seus colegas e para com as pessoas às quais assiste.
TEM MAIS INFORMAÇÕES NO SITE: http://andromeda.ensp.fiocruz.br/desastres/content/normas-de-conduta-e-seguranca
O dever humanitário: O direito de receber e fomentar assistência humanitária é um principio humanitário fundamental que assiste aos cidadãos de todos os países. A ajuda humanitária não responde a interesses partidários nem políticos.
Ajuda imparcial: A ajuda prestada não está condicionada por raça, credo, religião, opinião política, nacionalidade nem nenhuma outra distinção. A ordem de prioridade da assistência se estabelece unicamente em função das necessidades identificadas.
Respeito das culturas e dos costumes locais: A assistência que se fornece deve levar em conta as características culturais e sociais da comunidade apoiada a fim de que seja útil e apropriada.
Fomento das capacidades locais: Devem-se fortalecer os meios e as atitudes das pessoas afetadas pelo desastre e apoiar a pronta recuperação da zona empregando o pessoal local, comprando materiais locais, negociando com empresas nacionais, estabelecendo alianças com organizações locais para o planejamento e a execução de atividades e cooperando com as estruturas governamentais locais.
Participação dos beneficiários na administração da assistência: O socorro será mais eficaz e a reabilitação poderá alcançar melhores condições quando os destinatários participarem plenamente da elaboração, gestão e execução do programa de assistência.
Reconhecimento da dignidade e o respeito das pessoas assistidas: O apoio que se fornece deve levar em conta que as pessoas danificadas podem ter perdido familiares, bens e patrimônio, mas não podemos permitir que percam sua dignidade.
Erradicação dos abusos sexuais: Compromisso que o pessoal que trabalha em âmbitos humanitários tem para com seus colegas e para com as pessoas às quais assiste.
TEM MAIS INFORMAÇÕES NO SITE: http://andromeda.ensp.fiocruz.br/desastres/content/normas-de-conduta-e-seguranca

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes