A maior rede de estudos do Brasil

Como é feito o aumento de pena de um condenado?


1 resposta(s)

User badge image

Bruno

Há mais de um mês

Para se chegar a uma pena, é necessário passar por três fases. A primeira fase é onde será delimitada a pena base, conforme as circunstâncias judiciais previstas no art.59 do CP. Essa pena base ficará entre o mínimo e o máximo previsto em lei para o crime cometido. Já na segunda fase serão aplicadas as circunstâncias agravantes e atenuantes para elevar ou reduzir a pena-base encontrada na primeira fase. Essas circunstâncias encontram-se nos artigos 61,62,65 e 66 do CP. Não há um valor certo para esse aumento ou diminuição, sendo entendimento pacificado do STF que deve ser de até 1/6. Por fim, na terceira fase serão aplicadas as causas de aumento e de diminuição de pena previstas nas Partes Geral e Especial do CP. Essas causas possuem valor certo. Um exemplo é o § 1º do art.121 do CP. Feito isso estará presente a quantidade exata de pena que o réu será condenado a cumprir, sendo portanto possível aumentar a pena caso o acusado possua circunstâncias judiciais desfavoráveis, alguma agravante presente ou uma causa de aumento. Caso já haja condenação e uma pena definida, não é possível essa pena ser aumentada, pois caracterizaria a reformatio in pejus, o que é proibido no nosso ordenamento jurídico.

Para se chegar a uma pena, é necessário passar por três fases. A primeira fase é onde será delimitada a pena base, conforme as circunstâncias judiciais previstas no art.59 do CP. Essa pena base ficará entre o mínimo e o máximo previsto em lei para o crime cometido. Já na segunda fase serão aplicadas as circunstâncias agravantes e atenuantes para elevar ou reduzir a pena-base encontrada na primeira fase. Essas circunstâncias encontram-se nos artigos 61,62,65 e 66 do CP. Não há um valor certo para esse aumento ou diminuição, sendo entendimento pacificado do STF que deve ser de até 1/6. Por fim, na terceira fase serão aplicadas as causas de aumento e de diminuição de pena previstas nas Partes Geral e Especial do CP. Essas causas possuem valor certo. Um exemplo é o § 1º do art.121 do CP. Feito isso estará presente a quantidade exata de pena que o réu será condenado a cumprir, sendo portanto possível aumentar a pena caso o acusado possua circunstâncias judiciais desfavoráveis, alguma agravante presente ou uma causa de aumento. Caso já haja condenação e uma pena definida, não é possível essa pena ser aumentada, pois caracterizaria a reformatio in pejus, o que é proibido no nosso ordenamento jurídico.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes