A maior rede de estudos do Brasil

Fale sobre como os núbios foram afastados do território egípcio.

REINO DE CUXE


O reino de Cuxe desenvolveu-se por volta dos séculos VIII e VI a.C., na região que ficou

conhecida como Núbia. Para os antigos egípcios, os núbia referia-se à terra do ouro (nub =

ouro). Atualmente, grande parte dessa região localiza-se no Sudão.

O Reino de Cuxe tinha como capital, inicialmente, a cidade de Kerma. Depois, a sede do

governo deslocou-se para Napata e, posteriormente, para Meroé.

Ao longo da história, as relações entre o Reino de Cuxe e o Egito foram marcadas por

instabilidades, alternando-se períodos de paz e cooperação e de guerras e turbulências. Em

certas fases, o povo cuxita esteve submetido aos faraós egípcios. Em outros momentos, os

cuxitas, por meio de seus faraós negros, dominaram o Egito. Eles representaram a 25a

dinastia no Egito Antigo. Entre os faraós negros, podemos destacar Cáchita, Pianki, Xabaca

e Teharqa.

No século VII a.C., quando os assírios invadiram o Egito, terminou também o período de

dominação cuxita na região. Estudos indicam que, posteirormente, quando os egípcios

recuperaram sua autonomia, provavelmente atacaram a cidade de Napata, então capital do

Reino de Cuxe. Com isso, forçaram o deslocamento da sede de Cuxe para a cidade de

Meroé, situada mais ao sul de Napata.

Com o término do domínio cuxita sobre o Egito, supõe-se que os egípcios destruíram os

vestígios desse período. Pesquisas arqueológicas encontraram muitas estatuas de faraós

negros destruídas naquela época.

O declínio de Cuxe é assunto controverso. Historiadores consideram que o reino foi

invadido pela civilização de Axum no ano de 350.


História

Eeb Frei Policarpo


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?