A maior rede de estudos do Brasil

No início da década de 1930 ocorreram muitas mudanças políticas, econômicas e educacionais no Brasil como a crise da oligarquia cafeeira,

No início da década de 1930 ocorreram muitas mudanças políticas, econômicas e educacionais no Brasil como a crise da oligarquia cafeeira, a industrialização crescente, o aumento da urbanização e o fortalecimento da burguesia. Até essa época não havia uma política educacional estatal voltada aos trabalhadores. Os funcionários públicos e do comércio, os operários, assim como os intelectuais estavam insatisfeitos com a situação social, política e educacional vigente. Em pleno Governo Vargas, ocorreu o Manifesto dos Pioneiros da educação nova. Levando essas informações em conta, assinale a alternativa correta sobre esse manifesto, que reivindicou:

A - Uma educação pública, gratuita, laica e obrigatória, rompendo com a hegemonia da Igreja Católica na educação na época, mas sem que nenhum dos membros do movimento defendesse uma educação emancipadora.

B - Uma educação pública, gratuita, obrigatória e laica, rompendo com a hegemonia da Igreja Católica na educação na época. Porém, havia uma diferença no papel da escola entre as propostas dos membros do movimento: Fernando de Azevedo propunha uma educação moderna que desenvolvesse o setor produtivo, mas Florestan Fernandes e Anísio Teixeira defendiam uma educação emancipadora e progressista para diminuir as desigualdades sociais objetivando uma reforma social pela educação.

C - Uma educação pública, laica, e obrigatória rompendo com a hegemonia da igreja católica na educação na época, sendo que todos os membros do movimento defendiam que a escola deveria ter o mesmo papel.

D - Uma educação pública, mas sem romper com a hegemonia da Igreja Católica na educação na época.

E - Uma educação público-privada, desligada das intenções do estado católico o qual não permitia uma educação laica e de qualidade. Lourenço Filho, Azeredo Coutinho, Anísio Teixeira e Getúlio Vargas entram em consenso quanto a escrita de um manifesto político em prol da Educação Nova. Esse movimento público-privado chamou-se e até hoje é lembrado como ‘Escolanovista’.



1 resposta(s)

User badge image

Maria Teresa Gama

Há mais de um mês

Uma educação pública, gratuita, obrigatória e laica, rompendo com a hegemonia da Igreja Católica na educação na época. Porém, havia uma diferença no papel da escola entre as propostas dos membros do movimento: Fernando de Azevedo propunha uma educação moderna que desenvolvesse o setor produtivo, mas Florestan Fernandes e Anísio Teixeira defendiam uma educação emancipadora e progressista para diminuir as desigualdades sociais objetivando uma reforma social pela educação.

Uma educação pública, gratuita, obrigatória e laica, rompendo com a hegemonia da Igreja Católica na educação na época. Porém, havia uma diferença no papel da escola entre as propostas dos membros do movimento: Fernando de Azevedo propunha uma educação moderna que desenvolvesse o setor produtivo, mas Florestan Fernandes e Anísio Teixeira defendiam uma educação emancipadora e progressista para diminuir as desigualdades sociais objetivando uma reforma social pela educação.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes