A maior rede de estudos do Brasil

preciso de ajuda para o trabalho ....


Texto I

O desenvolvimento cognitivo é apenas uma das faces da luta contra o autismo. Desde o diagnóstico, a família relata ter enfrentado preconceito e desconhecimento sobre a doença. O problema não só marca o dia a dia de Maria Cecília, como também de suas três irmãs mais velhas, Maria Luisa, de 11 anos, Maria Eduarda, de 12 anos, e Maria Beatriz, de 17 anos.

"A gente sofre muito preconceito. As pessoas ignoram, elas não conhecem", diz Maria Antonieta.

Os pais decidiram então criar um projeto de conscientização na escola em que as filhas estudam. O objetivo: através do diálogo, combater o bullying vivido por crianças com autismo como Maria Cecília. Segundo o pai, o colégio é importante para a filha, pois é onde ela deixa sua zona de conforto e interage com o mundo.

Fonte: G1. Pais de criança com autismo se mobilizam contra preconceito e relatam aprendizado: 'lição de vida'. Disponível em: < https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/pais-de-crianca-com-autismo-se-mobilizam-contra-preconceito-e-relatam-aprendizado-licao-de-vida.ghtml>;. Acesso em: 19. mar. 2018.

 

Texto II

A pesquisa-ação não significa um processo linear de acumulação de informação; é um processo dinâmico no qual a pesquisa, ação, participação e avaliação interagem. A participação daqueles envolvidos diretamente em uma situação de mudança é um dos principais modos pelos quais se pode distinguir a pesquisa de ação de outras abordagens. (...) A pesquisa-ação é educativa. (...) O pesquisador está direta e imediatamente envolvido em um problema da vida real.

Fonte: BREAKWELL, G. M. et al. Métodos de pesquisa em Psicologia. Porto Alegre: Artmed, 2010. 504p.

 

Supondo que a escola de Maria Cecília decidisse contratar um psicólogo para atuar na conscientização sobre o autismo e este psicólogo decidisse atuar de acordo com a pesquisa-ação, além de coletar dados estatísticos da intervenção.

 

Analise as afirmativas a seguir

 

I. A intervenção, por meio da pesquisa-ação, para promover a conscientização sobre o autismo, deveria ser feita em todas as escolas do Brasil.

II. Uma roda de discussão entre os alunos que promovem bullying na escola, na qual o psicólogo apenas mediasse as discussões, seria suficiente como uma atuação de pesquisa-ação.

III. Um meio de avaliar a eficácia da intervenção seria aplicando questionários sobre o autismo em diversas turmas e, ao final da intervenção, aplicar novamente o mesmo questionário.

 

Está correto o que se diz em

Escolha uma:

a. III, apenas.

b. I, II e III.

c. I e II, apenas.

d. I, apenas. 

e. II e III, apenas.

Questão 2

Incorreto

Atingiu 0,00 de 2,50

Marcar questão

Texto da questão

A síndrome de Down tem esse nome em memória de John Langdon Down, o médico que descreveu a síndrome em 1866, mas só em 1959, quase cem anos depois, a causa genética da doença foi descoberta: a trissomia do cromossomo 21. Dessa forma, em um determinado ponto na história, foi criado um estudo para detectar e descobrir a prevalência da trissomia do cromossomo 21 durante a gravidez. O método desse estudo indicava que todo bebê que apresentasse a trissomia no teste, consequentemente, teria a síndrome de Down.

 

O método de investigação desse estudo é

Escolha uma:

a. indutivo.

b. dialético.

c. comparativo.

d. clínico. 

e. dedutivo.

Questão 3

Incorreto

Atingiu 0,00 de 2,50

Marcar questão

Texto da questão

Ana tem 10 anos e está em atendimento psicológico há um mês. Sua queixa inicial de dificuldade de aprendizagem acabou evoluindo e chegando em temas mais complexos, que envolvem sua composição familiar. Extremamente protetora, sua mãe acaba privando a liberdade de sua filha, com uma série de preocupações e cuidados em demasia. Inclusive insistindo em participar de todas as sessões de sua filha.

 

A partir do caso e dos pressupostos básicos do atendimento clínico infantil, avalie qual conduta deve ser tomada.

Escolha uma:

a. A psicóloga deve informar para a mãe tudo que acontece nas sessões através de consultas, sem a presença da criança.

b. A psicóloga deve pedir que a mãe não participe mais de nenhuma sessão, pois ela está diretamente envolvida nas questões trabalhadas em consultório.

c. A psicóloga deve interromper o processo terapêutico da filha e iniciar o atendimento da mãe, para entender o porquê de tamanha preocupação com a filha. 

d. A psicóloga deve combinar algumas sessões com a mãe, para fornecer um breve resumo do processo terapêutico da filha.

e. A psicóloga deve permitir a presença da mãe nas sessões, pois ela tem o direito de participar de todas as sessões de sua filha.

Questão 4

Incorreto

Atingiu 0,00 de 2,50

Marcar questão

Texto da questão

Matheus é uma criança de 8 anos de idade e vem apresentando diversos problemas na escola, apesar de ter vários amigos na sua sala. Ele repetiu o último ano no colégio privado no qual estuda e que tem, aproximadamente, 30 alunos por sala. A mãe de Matheus decidiu levá-lo ao psicólogo para que este pudesse fazer um melhor diagnóstico do filho. O psicólogo aplicou os seguintes testes em Matheus, com bastante colaboração por parte da criança: Torre de Londres, D2 e R2. O teste Torre de Londres é utilizado para verificar as funções cognitivas, em especial as capacidade de planejamento e solução de problemas, o D2 é um teste de atenção concentrada visual, que permite a avaliação de vários resultados separadamente: rapidez, exatidão, qualidade da atenção e flutuação no desempenho, por fim, o R2 é um teste não verbal de inteligência. Os resultados foram os seguintes:

  • Torre de Londres: 26 pontos (classificação média);
  • D2: Percentil 95 no Resultado Bruto, indicando rapidez em tarefas que exigem atenção; Percentil 30 no Resultado Líquido, indicando dificuldade com a atenção concentrada. Obteve Percentil 1 na Porcentagem de Erros, demonstrando que sua rapidez não e acompanhada pela precisão; e Percentil 30, na Amplitude de Oscilação, indicando oscilação no seu ritmo de trabalho;
  • R2: Percentil 60.

Os testes psicológicos não devem ser analisados sem levar em conta a história do sujeito, mas dão uma pista de onde o psicólogo deve focar sua atenção no processo psicodiagnóstico. O psicólogo de Matheus analisou os primeiros testes aplicados e percebeu que seus resultados poderiam indicar uma psicopatologia especifica.

 

Assinale a hipótese diagnóstica que condiz com os resultados de Matheus.

Escolha uma:

a. Transtorno da aprendizagem.

b. Depressão. 

c. Síndrome de Asperger.

d. Transtorno Opositor Desafiador (TOD).

e. Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade.





8 resposta(s)

User badge image

Simone Morais

Há mais de um mês

Três a penas
Três a penas
User badge image

Simone Morais

Há mais de um mês

Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes