A maior rede de estudos do Brasil

diferenças de crimes comissivos e omissao

Direito Penal Militar

UNIDERP - ANHANGUERA


10 resposta(s)

User badge image

Carla Colares

Há mais de um mês

Diferentemente do que acontece com os crimes comissivos, nos crimes omissivos próprios a norma é mandamental, ou seja, manda que ser realize uma conduta para que não incorra na pratica do crime.

Diferentemente do que acontece com os crimes comissivos, nos crimes omissivos próprios a norma é mandamental, ou seja, manda que ser realize uma conduta para que não incorra na pratica do crime.

User badge image

Carla Colares

Há mais de um mês

Por fim, temos os crimes omissivos impróprios ou os comissivos por omissão, que pune aqueles que tenham o dever de agir para evitar o resultado, ou seja, quando o agente nos termos da lei (artigo 13, §2º) tinha o dever de evitar o resultado e não evitou, este irá responder pelo resultado do crime. (Ex: Policial, dolosamente deixa de atender uma ocorrência, responderá pelo resultado do crime cometido, pois a lei lhe obriga agir).

User badge image

Carla Colares

Há mais de um mês

Fragoso apresenta um rol de autores estrangeiros que fazem referência à modalidade de crimes “omissivos por comissão”, dentre os quais Von Weber, Binding, Von Overbeck e, no Brasil, Paulo José da Costa Júnior. Não obstante, também indica vários autores que criticam essa modalidade criminosa, alegando sua absoluta inconsistência, pois que, na verdade, se trataria de um crime comissivo ou mesmo omissivo. Entre eles, Petrocelli, Jimenez de Asúa, Von Hippel, Welzel, Armin Kaufmann e Claus Roxin. [2] Esses autores vão desde a afirmação de que, na realidade, se trata de um crime omissivo puro por mandato, onde o autor obriga outrem à omissão, até a solução mais corrente de que, na verdade, são crimes comissivos mesmo. Já que a causa da morte, por exemplo, é a ação do indivíduo que impede a salvação do bem jurídico por outrem.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes