A maior rede de estudos do Brasil

QUAL O PASSO A PASSO PARA ELABORAR UMA SAE?


2 resposta(s)

User badge image

Vanessa Jacira

Há mais de um mês

EXEMPLO:

1) Investigação: Anamnese e Exame Físico

Dados Subjetivos: Paciente teve sua perna direita amputada devido ao diabetes e refere sentir dores em seu calcanhar esquerdo, fazendo uso de cadeira de rodas. Faz uso de insulina. No mês de janeiro veio a adoecer devido a anemia, sendo realizado duas bolsas de sangue, e prescrito anticoagulante.

Dados Objetivos: Paciente agitada, comunicativa, em repouso no leito, verificada PA 112/80 mm/Hg, FC 60 bpm, FR 22 mpm, T 36,4ºC, SatO2 97%.


2) Diagnóstico de Enfermagem

NANDA OU CIPE:

Síndrome do idoso frágil, caracterizado pela mobilidade física prejudicada;

Risco de quedas, caraterizado pelo fator do uso de dispositivos auxiliares.

 

3) Planejamento dos Resultados Esperados

Orientar sobre o cuidado nas transferências para a cadeira de rodas, risco de quedas e os cuidados em pés relacionados ao diabetes mellitus.

O paciente será instruído quanto a necessidade de tomar os medicamentos prescritos.


4) Implementação da Assistência de Enfermagem

Considerando sua mobilidade física prejudicada e o risco de quedas, foi instruído à paciente e a sua responsável para procurar sempre deixar itens utilizados com frequência próximo a paciente; retirar objetos que prejudiquem a deambulação, mantendo o ambiente organizado e os trajetos da casa livres. Foi aconselhada que a paciente deve procurar levantar devagar, sentar na cama para depois fazer a transferência para a cadeira de rodas; e a responsável para verificar o bom funcionamento da cadeira de rodas.

Quanto ao pé relacionado ao diabetes mellitus, a paciente e a responsável foram orientadas a lavar e secar cuidadosamente o pé, sem esfregar e secando especialmente nos espaços entre os dedos, prevenindo úlceras, já que a umidade nestes locais possibilita a proliferação bacteriana e consequentemente micoses. Verificar o pé sobre possíveis alterações como dor, perda da sensibilidade ou edema e a procurar um profissional de Saúde se perceber estas alterações.

E por fim, foi orientado que a paciente faça o uso dos medicamentos prescritos pelo médico quanto as patologias atuais, e a não parar de tomar o medicamento sem consultar o médico, mesmo que se sinta melhor.


5.Avaliação da assistência de enfermagem.

Paciente terá participação nas decisões sobre os cuidados e controle do diabetes mellitus.

Paciente compreenderá a importância do cuidado aos seus pés e terá maior autonomia no autocuidado destes, além dá participação nas decisões nos cuidados acerca de sua saúde.


EXEMPLO:

1) Investigação: Anamnese e Exame Físico

Dados Subjetivos: Paciente teve sua perna direita amputada devido ao diabetes e refere sentir dores em seu calcanhar esquerdo, fazendo uso de cadeira de rodas. Faz uso de insulina. No mês de janeiro veio a adoecer devido a anemia, sendo realizado duas bolsas de sangue, e prescrito anticoagulante.

Dados Objetivos: Paciente agitada, comunicativa, em repouso no leito, verificada PA 112/80 mm/Hg, FC 60 bpm, FR 22 mpm, T 36,4ºC, SatO2 97%.


2) Diagnóstico de Enfermagem

NANDA OU CIPE:

Síndrome do idoso frágil, caracterizado pela mobilidade física prejudicada;

Risco de quedas, caraterizado pelo fator do uso de dispositivos auxiliares.

 

3) Planejamento dos Resultados Esperados

Orientar sobre o cuidado nas transferências para a cadeira de rodas, risco de quedas e os cuidados em pés relacionados ao diabetes mellitus.

O paciente será instruído quanto a necessidade de tomar os medicamentos prescritos.


4) Implementação da Assistência de Enfermagem

Considerando sua mobilidade física prejudicada e o risco de quedas, foi instruído à paciente e a sua responsável para procurar sempre deixar itens utilizados com frequência próximo a paciente; retirar objetos que prejudiquem a deambulação, mantendo o ambiente organizado e os trajetos da casa livres. Foi aconselhada que a paciente deve procurar levantar devagar, sentar na cama para depois fazer a transferência para a cadeira de rodas; e a responsável para verificar o bom funcionamento da cadeira de rodas.

Quanto ao pé relacionado ao diabetes mellitus, a paciente e a responsável foram orientadas a lavar e secar cuidadosamente o pé, sem esfregar e secando especialmente nos espaços entre os dedos, prevenindo úlceras, já que a umidade nestes locais possibilita a proliferação bacteriana e consequentemente micoses. Verificar o pé sobre possíveis alterações como dor, perda da sensibilidade ou edema e a procurar um profissional de Saúde se perceber estas alterações.

E por fim, foi orientado que a paciente faça o uso dos medicamentos prescritos pelo médico quanto as patologias atuais, e a não parar de tomar o medicamento sem consultar o médico, mesmo que se sinta melhor.


5.Avaliação da assistência de enfermagem.

Paciente terá participação nas decisões sobre os cuidados e controle do diabetes mellitus.

Paciente compreenderá a importância do cuidado aos seus pés e terá maior autonomia no autocuidado destes, além dá participação nas decisões nos cuidados acerca de sua saúde.


User badge image

Brunno Manfredini

Há mais de um mês

  1. Coleta de dados. Tem o objetivo de conhecer o histórico do paciente, ou seja, fazer a coleta de dados. ...
  2. Diagnóstico. ...
  3. Planejamento. ...
  4. Implementação. ...
  5. Avaliação.


Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes