A maior rede de estudos do Brasil

O esgotamento do bem-sucedido período fordista de acumulação capitalista determinou a crise dos anos 70, que inaugurou uma nova

O esgotamento do bem-sucedido período fordista de acumulação capitalista determinou a crise dos anos 70, que inaugurou uma nova fase do capitalismo e provocou profundas transformações em todas as esferas da vida social. A globalização e o domínio do capital financeiro passam a predominar no mundo após os anos 70. Por sua vez, nos anos que se seguiram à crise, a ascensão do neoliberalismo promove mudanças no âmbito estatal. Assim é possível afirmar que a mundialização do capital determina a um só tempo uma reforma estatal e uma reestruturação produtiva. A primeira corresponde ao Estado Neoliberal ou Mínimo. A segunda corresponde ao paradigma da produção flexível, do qual o toyotismo é a expressão mais emblemática. Entre as mudanças políticas e econômicas que marcam essa nova etapa do processo de acumulação capitalista é possível elencar: I. As transformações no mercado de trabalho, tais como: a presença de terceirizações e subcontratações, a redução do emprego assalariado, a expansão do mercado informal, a desregulamentação dos contratos de trabalho, a precarização das condições de trabalho, a eliminação de postos de trabalho, o desemprego estrutural, etc II. A adoção de novas tecnologias (a microeletrônica, a informática, a robótica, as telecomunicações, etc) que introduzem maior flexibilidade, inovação e qualidade nos produtos, trazendo uma maior velocidade de produção e conferindo vantagens competitivas às indústrias. III. o questionamento do modelo de Bem Estar Social que traz: o corte nas políticas sociais e a introdução de novos modelos de políticas sociais, marcadas pela descentralização, pela privatização e pela focalização das políticas nas camadas mais vulneráveis da população IV. a adoção de novas formas de relação do Estado com a sociedade civil, verificando-se a construção de um espaço ocupado por uma série de instituições entre o mercado e o Estado, denominado de esfera pública não-estatal, que abarca um conjunto de organizações da sociedade civil, entre elas ONGs Assinale a alternativa correta:


2 resposta(s)

User badge image

Sergio Livia Maia

Há mais de um mês


Todas as afirmativas são verdadeiras


Todas as afirmativas são verdadeiras

User badge image

Ivoneide Moura

Há mais de um mês

Todas as afirmativas são verdadeiras

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes