A maior rede de estudos do Brasil

Uma mulher de 43 anos de idade apresenta-se a seu médico com queixa principal de fadiga.

Ela explica que foi promovida a gerente na empresa há aproximadamente 8 meses. Embora a promoção tenha sido desejada e acompanhada de um aumento significativo de salário, a paciente informa que precisou se afastar do escritório e dos colegas, de quem gostava muito, por um período de 15 dias, devido ao grande aumento da responsabilidade com o cargo assumido. A paciente relata que, nessas últimas 7 semanas, passou a acordar todas as noites às 3 horas da madrugada, apresentando dificuldade para voltar a dormir. Além disso, não está se alimentando bem e perdeu peso nos últimos 3 meses. Relata ainda que está se sentindo tão estressada que acaba chorando e, com frequência, alega estar doente. Quando volta para casa, percebe que está menos motivada com as tarefas domésticas e sem motivação, interesse ou energia para procurar atividades recreativas que outrora gostava de praticar, como caminhadas e ioga. Ela se descreve como uma pessoa “cronicamente infeliz e preocupada o tempo todo”. Sua história clínica inclui uso de medicamentos analgésicos, tramadol e meperidina para o controle de dor cervical crônica decorrente de acidente automobilístico. Além disso, está tomando hidroclorotiazida e propranolol para a hipertensão. A paciente tem história de um episódio depressivo após divórcio, o qual foi tratado com sucesso com fluoxetina. Seus exames de sangue, como hemograma completo e função da tireoide, são normais. Um teste sorológico de gravidez deu negativo. A paciente é diagnosticada com depressão maior e, além de encaminhá-la para psicoterapia, o médico inicia o uso de fluoxetina.


a) A paciente questiona por qual modo de ação a fluoxetina apresenta efeito antidepressivo e quais os efeitos colaterais do uso da medicação. Como você responderia a ela?


b) A paciente também demonstra preocupação quanto ao uso de fluoxetina concomitante com o uso dos analgésicos que ela usa para a dor na coluna, bem como com os anti-hipertensivos. Existe alguma contraindicação para o uso desses medicamentos ao mesmo tempo? Explique.


c) Considerando o potencial de interações medicamentosas envolvendo o uso da fluoxetina nesse caso, a amitriptilina, um antidepressivo tricíclico, poderia ser uma alternativa de prescrição?

Psicologia

ESTÁCIO


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?