A maior rede de estudos do Brasil

A pandemia covid-19, trouxe algum beneficio para a convivência familiar?

Introdução à Psicologia

Biológicas / Saúde


3 resposta(s)

User badge image

Genilda de Melo

Há mais de um mês

Nos tornou mais próximos, meu marido trabalha em casa, posso assistir desenho com nosso filho e jogar os jogos online que ele gosta, ensino as lições da escola. Pra nós foi tudo de bom.
Nos tornou mais próximos, meu marido trabalha em casa, posso assistir desenho com nosso filho e jogar os jogos online que ele gosta, ensino as lições da escola. Pra nós foi tudo de bom.
User badge image

Lorena Guimaraes

Há mais de um mês

Quando ocorre uma mudança em quaisquer área da vida humana, não observa-se apenas os aspectos negativos. Em meio a pandemia, é preciso reestruturar o que era minimamente estruturado. As modificações acontecem de maneira drástica. É necessário adaptar-se. E como toda adaptação há perdas e ganhos. Perde-se o que estava acostumado a ser, saídas com os amigos, barzinho, shows por exemplo, a fazer, atividades ao ar livre, academia, shopping..., e ganha -se também. O ser humano é capaz de se reinventar, de não viver na mesmice, com um pouco de criatividade tenta se adaptar ao novo, novas expectativas surgem em meio ao caos estabelecido. Na vida familiar não é diferente. A ideia tão próxima de perder quem ama, mexe com o psicológico, desperta sentimentos muitas vezes ignorados pela vida cotidiana se tinha. Uma agenda cheia de compromissos com pouco espaço para a família. A vida reinventada faz com que o ser humano, desperte a ideia que viver neste exato momento significa viver intensamente o momento, pois o hoje existe e o amanhã é incerto. Nesta incerteza, neste novo modelo de rotina, a valorização á vida é mais intensa e a família volta a ocupar um espaço que antes era preenchido pela tempo corrido, pois de alguma maneira a possibilidade de encontrar quem amamos no momento que quisesse era possível.

User badge image

Cristiano Luis

Há mais de um mês

Não diria um benefício, mas um desafio, pois não estávamos acostumados com a convivência frequente e isso sim foi um fator difícil de administrar.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes