A maior rede de estudos do Brasil

É possível reparação por danos morais ao cônjuge traído?


5 resposta(s)

User badge image

Isabelle Couto Rodrigues

Há mais de um mês

Se o motivo envolver um adultério, há uma vertente de juristas que defendem que a pessoa traída tem direito a pleitear indenização por danos morais. A interpretação para essa tese tem como base tanto a legislação vigente quanto a jurisprudência.
•código civil no artigo 1566.
Se o motivo envolver um adultério, há uma vertente de juristas que defendem que a pessoa traída tem direito a pleitear indenização por danos morais. A interpretação para essa tese tem como base tanto a legislação vigente quanto a jurisprudência.
•código civil no artigo 1566.
User badge image

Maria DeJesus

Há mais de um mês

A indenização por danos morais nas hipóteses de separação Judicial/ divórcio por adultério ainda é uma discussão tanto para os juristas quanto para os tribunais. Porém com as provas certas importantes para o entendimento e a decisão do juiz poderá haver indenização.
User badge image

Jenifer Ferreira

Há mais de um mês

Há uma parte dos juristas que defendem que o conjugue traído tenha direito de pleitear a indenização por danos morais!

É possível utilizar como base o artigo 1566 do CC da parte que se refere ao Direito de Família, pois ele cita a fidelidade recíproca como um dos deveres de ambos os cônjuges.

Sendo assim é possível destacar que traição representa o descumprimento deste artigo, onde o dever dos conjugues é cumprir com a fidelidade ao casamento. A violação deste dever é apta a ensejar, em certos casos, a reparação pecuniária por dano moral.

O dever de indenizar encontra amparo no artigo 927 do CC afirmando que quando alguém viola algum direito ou causa prejuízo à alguém, seja por meio de uma ação ou omissão, por negligência ou imprudência, fica obrigado a reparar o dano material ou moral que causou.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes