A maior rede de estudos do Brasil

Sobre os fatores que influenciam no tipo de plano de negócios

Empreendedorismo

UNIASSELVI


1 resposta(s)

User badge image

Karina Barbosa

Há mais de um mês

Conhecer seu público

Pode parecer complexo, mas, na verdade, não é quando o plano de negócios é bem desenvolvido! Aliás, um plano de negócios bem estruturado dá condições do fortalecimento da empresa, como uma melhor e maior performance comercial!

Por isso, conhecer seu público se torna tão essencial.

Imagine vender algo para um público que você não conhece as dores, os anseios, as dificuldades e desejos?

Como você conquistará a clientela sem saber o que a faz se sentir motivada e frustrada?

Grandes empreendedores já entendem as principais razões pelas quais se torna tão importante a descrição do público no plano de negócios.

Perfis diferentes podem e devem ser criados a depender do seu ramo de atuação.

No entanto, este ponto é de extrema valia, já que não se vende algo para aqueles a quem não se conhece!

Entender o posicionamento da sua empresa, parte fundamental do plano de negócios

Quando falamos sobre posicionamento, nos referimos a localidade e área de atuação.

Muitos empresários pecam ao decidir onde será localizada a empresa. Isso quer dizer que, por não conhecerem tão bem a região, podem ter desgastes e até dores de cabeça, com perdas de lucro, visto que o movimento pode variar a depender de uma série de coisas e períodos.

Por isso, antes de abrir um negócio é preciso verificar alguns pontos, como:

  • Segurança.
  • Facilidade de acesso.
  • Comércio.
  • Movimentação.
  • Mensurando o capital da população da área.
  • Entre outros.

Conhecer seus produtos e serviços

Ter a descrição dos produtos, tipo de atendimento e serviços é de extremo valor.

É comum que em uma empresa haja certa rotatividade na contratação e demissão de funcionários. Pensando nisso, é preciso descrever os tipos de produtos e tudo o que envolve dentro da empresa nesse sentido.

Não há nada pior do que uma empresa cheia de funcionários que não conhecem os produtos e itens vendidos. Como saber explicar aos clientes as utilidades e benefícios do que se oferta, então?

Ter uma descrição dos produtos-chaves é de forte potencial para desenvolver um empreendimento com sucesso. Tudo isso consta no Plano de Negócios!

Entender o valor de investimento

Quanto, por que e para quê?

São perguntas que todo tipo de plano de negócios deveria conter, porque servem como base para principais respostas.

Entender o valor de investimento é essencial para pontuar os motivos de cada necessidade. Quantidades de maquinários, peças e recursos devem ser descritos para a visualização de todo escopo de negócio.

Com base nessas informações é possível não somente economizar, mas fazer uma verdadeira triagem do que é essencial ou excessivo.

Ter bases sobre o ROI (estimativa de faturamento)

Retorno sobre investimento… já ouviu falar?

Com base nesse cálculo que pode ser feito por consultores financeiros e contadores, o ROI vem para dar auxílio e manter as perspectivas de lucratividade diante ao investimento feito.

O interessante deste ponto é a análise feita com maior maturidade e precisão, pois a pior frustração que existe é o empreendedor ficar perdido em quanto tempo poderá ter seus recursos de volta.

Por meio do faturamento mensal, também é possível entender quanto é preciso vender para ter um ROI com maior velocidade.


Conhecer seu público

Pode parecer complexo, mas, na verdade, não é quando o plano de negócios é bem desenvolvido! Aliás, um plano de negócios bem estruturado dá condições do fortalecimento da empresa, como uma melhor e maior performance comercial!

Por isso, conhecer seu público se torna tão essencial.

Imagine vender algo para um público que você não conhece as dores, os anseios, as dificuldades e desejos?

Como você conquistará a clientela sem saber o que a faz se sentir motivada e frustrada?

Grandes empreendedores já entendem as principais razões pelas quais se torna tão importante a descrição do público no plano de negócios.

Perfis diferentes podem e devem ser criados a depender do seu ramo de atuação.

No entanto, este ponto é de extrema valia, já que não se vende algo para aqueles a quem não se conhece!

Entender o posicionamento da sua empresa, parte fundamental do plano de negócios

Quando falamos sobre posicionamento, nos referimos a localidade e área de atuação.

Muitos empresários pecam ao decidir onde será localizada a empresa. Isso quer dizer que, por não conhecerem tão bem a região, podem ter desgastes e até dores de cabeça, com perdas de lucro, visto que o movimento pode variar a depender de uma série de coisas e períodos.

Por isso, antes de abrir um negócio é preciso verificar alguns pontos, como:

  • Segurança.
  • Facilidade de acesso.
  • Comércio.
  • Movimentação.
  • Mensurando o capital da população da área.
  • Entre outros.

Conhecer seus produtos e serviços

Ter a descrição dos produtos, tipo de atendimento e serviços é de extremo valor.

É comum que em uma empresa haja certa rotatividade na contratação e demissão de funcionários. Pensando nisso, é preciso descrever os tipos de produtos e tudo o que envolve dentro da empresa nesse sentido.

Não há nada pior do que uma empresa cheia de funcionários que não conhecem os produtos e itens vendidos. Como saber explicar aos clientes as utilidades e benefícios do que se oferta, então?

Ter uma descrição dos produtos-chaves é de forte potencial para desenvolver um empreendimento com sucesso. Tudo isso consta no Plano de Negócios!

Entender o valor de investimento

Quanto, por que e para quê?

São perguntas que todo tipo de plano de negócios deveria conter, porque servem como base para principais respostas.

Entender o valor de investimento é essencial para pontuar os motivos de cada necessidade. Quantidades de maquinários, peças e recursos devem ser descritos para a visualização de todo escopo de negócio.

Com base nessas informações é possível não somente economizar, mas fazer uma verdadeira triagem do que é essencial ou excessivo.

Ter bases sobre o ROI (estimativa de faturamento)

Retorno sobre investimento… já ouviu falar?

Com base nesse cálculo que pode ser feito por consultores financeiros e contadores, o ROI vem para dar auxílio e manter as perspectivas de lucratividade diante ao investimento feito.

O interessante deste ponto é a análise feita com maior maturidade e precisão, pois a pior frustração que existe é o empreendedor ficar perdido em quanto tempo poderá ter seus recursos de volta.

Por meio do faturamento mensal, também é possível entender quanto é preciso vender para ter um ROI com maior velocidade.


Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes