A maior rede de estudos do Brasil

Três amigos acabaram de ler no jornal que Madalena, 19 anos, separada, mãe de três filhos, que ganha um salário mínimo

Três amigos acabaram de ler no jornal que Madalena, 19 anos, separada, mãe de três filhos, que ganha um salário mínimo

trabalhando como empregada doméstica, foi condenada, pelo Tribunal do Júri, a três anos de prisão por ter cometido aborto. O primeiro amigo afirma que o Tribunal do Júri aplicou corretamente a lei, visto que a conduta de Madalena constitui crime contra a vida (art. 240 do Código Penal). O segundo amigo discorda, sustentando que a condenação foi injustificada, porque a lei sobre o aborto não é quase nunca aplicada. O terceiro afirma que o problema é de cunho filosófico, envolvendo reflexões sobre o moralmente certo ou errado, e que houve uma injustiça, já que o caso foi resolvido segundo a letra da lei e não segundo as exigências da justiça. Examinando o caso apresentado à luz da Teoria Tridimensional do Direito, é INCORRETO:

A.   Um dos amigos limitou-se a analisar a questão observando apenas um de seus vértices, quais sejam, o normativo, quando tão somente subsume o caso à norma;


B.   Um dos amigos limitou-se a analisar a questão observando apenas um de seus vértices, quais sejam, o da eficácia da norma, ao apontar que tal artigo está em desuso.

C.   Um dos amigos limitou-se a analisar a questão observando apenas um de seus vértices, quais sejam, o do fundamento, ou melhor, da ausência de fundamento da norma legal.

D.   Reale nos ensina que o fenômeno jurídico apresenta três dimensões que não guardam uma relação hierárquica entre si e que devem ser analisadas e sopesadas, a fim de que se possa bem analisar o fenômeno jurídico.

E.    A Teoria Tridimensional do Direito é apenas doutrina ficcional e, desse modo, não se aplica a solução dos litígios no plano real.


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?