A maior rede de estudos do Brasil

Antropologia e Cultura Brasileira

Etnocentrismo é um conceito antropológico resultante da discriminação de um determinado indivíduo ou grupo de indivíduos, que não possuem hábitos e caráter sociais iguais, sobre outro. O etnocentrismo caracteriza a demonstração de um indivíduo que considera seu grupo étnico ou cultural mais relevante e importante que os de cultura e sociedades diferentes.

Tanto o etnocentrismo como o relativismo cultural estão intimamente presentes nas relações cotidianos e o primeiro deve ser combatido e o segundo deve ser incentivado.


1 resposta(s)

User badge image

Jaqueline Reis

Há mais de um mês

O etnocentrismo é visão de mundo característica de quem considera o seu grupo étnico, nação ou nacionalidade socialmente mais importante do que os demais, um hábito de julgar inferior uma cultura diferente da sua própria, considerando incoerente, tudo que dela provém e considerando a sua como a única correta e sensata. Já o Relativismo Cultural é uma linha de pensamento da Antropologia que busca relativizar as culturas, instituindo uma teoria geral da relatividade cultural. Esse conceito está apoiado numa metodologia capaz de analisar os vários sistemas culturais, sem o determinismo da visão etnocêntrica.

Outro exemplo é a xenofobia, aversão ao estrangeiro, é um preconceito contra quem nasceu em um lugar diferente do seu, e está associada ao racismo e às vezes se expressa por meio da intolerância religiosa ou dos preconceitos acerca do local de origem da vítima. O pior caso é quando atinge em atos de violência, sendo o grupo de mulheres, negros e homossexuais, os mais afetos, criando um medo e uma insegurança para esse grupo de pessoas. Todos esses tipos de preconceitos citados acima estão condicionados toda história e ao longo dos tempos onde, esses grupos afetados estiveram em uma posição hierarquicamente inferior, onde quem está julgando sua diversidade e as suas peculiaridades com uma visão distorcida porque considera o seu grupo, sua cultura e sua etnia é culturalmente melhor ou correto que a do outro (a).


O etnocentrismo é visão de mundo característica de quem considera o seu grupo étnico, nação ou nacionalidade socialmente mais importante do que os demais, um hábito de julgar inferior uma cultura diferente da sua própria, considerando incoerente, tudo que dela provém e considerando a sua como a única correta e sensata. Já o Relativismo Cultural é uma linha de pensamento da Antropologia que busca relativizar as culturas, instituindo uma teoria geral da relatividade cultural. Esse conceito está apoiado numa metodologia capaz de analisar os vários sistemas culturais, sem o determinismo da visão etnocêntrica.

Outro exemplo é a xenofobia, aversão ao estrangeiro, é um preconceito contra quem nasceu em um lugar diferente do seu, e está associada ao racismo e às vezes se expressa por meio da intolerância religiosa ou dos preconceitos acerca do local de origem da vítima. O pior caso é quando atinge em atos de violência, sendo o grupo de mulheres, negros e homossexuais, os mais afetos, criando um medo e uma insegurança para esse grupo de pessoas. Todos esses tipos de preconceitos citados acima estão condicionados toda história e ao longo dos tempos onde, esses grupos afetados estiveram em uma posição hierarquicamente inferior, onde quem está julgando sua diversidade e as suas peculiaridades com uma visão distorcida porque considera o seu grupo, sua cultura e sua etnia é culturalmente melhor ou correto que a do outro (a).


Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes