A maior rede de estudos do Brasil

A irrenunciabilidade dos direitos trabalhistas tem como qual fundamento?


2 resposta(s)

User badge image

karen malavazzi timpone

Há mais de um mês

Esse princípio tem fundamento na indisponibilidade de certos bens e direitos, no cunho imperativo de certas normas trabalhistas e na própria necessidade de limitar a autonomia privada como forma de restabelecer a igualdade das partes no contrato de trabalho,

https://ambitojuridico.com.br/edicoes/revista-40/os-principios-do-direito-do-trabalho-e-os-direitos-fundamentais-do-trabalhador/

Esse princípio tem fundamento na indisponibilidade de certos bens e direitos, no cunho imperativo de certas normas trabalhistas e na própria necessidade de limitar a autonomia privada como forma de restabelecer a igualdade das partes no contrato de trabalho,

https://ambitojuridico.com.br/edicoes/revista-40/os-principios-do-direito-do-trabalho-e-os-direitos-fundamentais-do-trabalhador/

User badge image

Cristiane

Há mais de um mês

O Princípio da Irrenunciabilidade dos direitos consiste na impossibilidade jurídica de o trabalhador privar-se voluntariamente de vantagens a ele conferidas pela lei trabalhista. Existem divergências doutrinárias, no que diz respeito aos fundamentos do Princípio da Irrenunciabilidade: alguns o baseiam no Princípio da Indisponibilidade, segundo o qual o Direito se utiliza de normas para proteger quem é social e economicamente débil, não podendo permitir que tais benefícios sejam anulados; outros o relacionam com o caráter imperativo das normas trabalhistas; outros o vinculam à noção de ordem pública; havendo, ainda, aqueles que o concebem como forma de limitação da autonomia da vontade.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes