A maior rede de estudos do Brasil

Quais os critérios, relacionados ao paciente, devem ser levados em consideração pelo profissional na escolha da forma farmacêutica?


4 resposta(s)

User badge image

Josias Couto Verified user icon

Há mais de um mês

A escolha da forma farmacêutica é um fator de grande relevância para a qualidade farmacológica do medicamento, logo sua escolha infere estudos de estabilidade físico-químico do ativo, melhor forma pra atender o estado clínico do paciente (a via de administração de acordo com o estado do paciente exemplo: endovenosa, sublingual, intramuscular, oral etc.., melhor forma pra que haja melhor aproveitamento da dose sem percas, a melhor forma deve levar em consideração estudos de vantagem e desvantagens das formas farmacêuticas, exemplo:

*Soluções - Uma ou mais substância dissolvidas em um solvente ou mistura de solventes, xaropes, elixires etc.. Vantagem das soluções é a facilidade na administração, a rápida absorção e a facilidade para o ajuste de dose, a desvantagens destacamos a maior susceptibilidade à contaminação e alterações físico-químicas.

*Suspensões - que podem ser administradas por via oral, parenteral ou tópica, onde o principio ativo esta distribuído em partículas finamente distribuídas num veículo em baixa solubilidade , as principais vantagens desta forma farmacêutica é empregar Princípios ativos insolúveis em veículos mais comuns, e maior estabilidade que as soluções.

*Emulsões que são dispersões de duas fases de uma mistura não miscíveis entre si, que com o auxílio de um agente tensoativo, um emulsionante, são capazes de formar um sistema homogêneo.

As emulsões podem ser administradas pelas vias oral, parenteral, intramuscular, intravenosa e tópica.

*Óleo/água – Formulação de óleo disperso em água, esse é o tipo de emulsão mais utilizada.

*Água/óleo – Formulação de água dispersa em óleo, é comumente empregada em produtos cosméticos devido à sua maior espalhabilidade.

*Emulsões múltiplas – Formulações com propriedades mistas, tanto óleo/água quanto água/óleo, por isso formam sistemas óleo/água/óleo e água/óleo/água.

*Microemulsões – Formulações compostas por partículas finamente divididas elaboradas com altas concentrações de emulsionantes, o que garante uma propriedade de alta permeabilidade cutânea.


E há as formas sólidas como, drágeas, comprimidos, cápsulas, grânulos, supositórios e pós... Cada um com sua vantagem e desvantagem, resta o profissional farmacêutico clínico avaliar as necessidades do paciente e realizar um estudo ante ao fármaco que precisa ser administrado ante suas propriedades físico-químicas e microbiológica para assim evitar desperdício de fármaco por erro de doseamento e manipulação, e também evitar erros de medicação e reação adversas, ou até a falta de ação do fármaco levando em consideração os conhecimentos da farmacocinética (Absorção, Distribuição, metabolismo, excreção), e farmacodinâmica (mecanismo de ação do P.A) do fármaco.

Fonte: https://www.sanarsaude.com/portal/carreiras/artigos-noticias/farmacia-formas-farmaceuticas-artigo-tudo-que-voce-precisa-saber


A escolha da forma farmacêutica é um fator de grande relevância para a qualidade farmacológica do medicamento, logo sua escolha infere estudos de estabilidade físico-químico do ativo, melhor forma pra atender o estado clínico do paciente (a via de administração de acordo com o estado do paciente exemplo: endovenosa, sublingual, intramuscular, oral etc.., melhor forma pra que haja melhor aproveitamento da dose sem percas, a melhor forma deve levar em consideração estudos de vantagem e desvantagens das formas farmacêuticas, exemplo:

*Soluções - Uma ou mais substância dissolvidas em um solvente ou mistura de solventes, xaropes, elixires etc.. Vantagem das soluções é a facilidade na administração, a rápida absorção e a facilidade para o ajuste de dose, a desvantagens destacamos a maior susceptibilidade à contaminação e alterações físico-químicas.

*Suspensões - que podem ser administradas por via oral, parenteral ou tópica, onde o principio ativo esta distribuído em partículas finamente distribuídas num veículo em baixa solubilidade , as principais vantagens desta forma farmacêutica é empregar Princípios ativos insolúveis em veículos mais comuns, e maior estabilidade que as soluções.

*Emulsões que são dispersões de duas fases de uma mistura não miscíveis entre si, que com o auxílio de um agente tensoativo, um emulsionante, são capazes de formar um sistema homogêneo.

As emulsões podem ser administradas pelas vias oral, parenteral, intramuscular, intravenosa e tópica.

*Óleo/água – Formulação de óleo disperso em água, esse é o tipo de emulsão mais utilizada.

*Água/óleo – Formulação de água dispersa em óleo, é comumente empregada em produtos cosméticos devido à sua maior espalhabilidade.

*Emulsões múltiplas – Formulações com propriedades mistas, tanto óleo/água quanto água/óleo, por isso formam sistemas óleo/água/óleo e água/óleo/água.

*Microemulsões – Formulações compostas por partículas finamente divididas elaboradas com altas concentrações de emulsionantes, o que garante uma propriedade de alta permeabilidade cutânea.


E há as formas sólidas como, drágeas, comprimidos, cápsulas, grânulos, supositórios e pós... Cada um com sua vantagem e desvantagem, resta o profissional farmacêutico clínico avaliar as necessidades do paciente e realizar um estudo ante ao fármaco que precisa ser administrado ante suas propriedades físico-químicas e microbiológica para assim evitar desperdício de fármaco por erro de doseamento e manipulação, e também evitar erros de medicação e reação adversas, ou até a falta de ação do fármaco levando em consideração os conhecimentos da farmacocinética (Absorção, Distribuição, metabolismo, excreção), e farmacodinâmica (mecanismo de ação do P.A) do fármaco.

Fonte: https://www.sanarsaude.com/portal/carreiras/artigos-noticias/farmacia-formas-farmaceuticas-artigo-tudo-que-voce-precisa-saber


User badge image

Josias Couto Verified user icon

Há mais de um mês

Qual a indicação da recomendação do uso de cápsula com revestimento gástrico?

Quando o principio ativo não pode ser degradado no estomago devido o Ph Gástrico;

exemplo: Diclofenaco de Sódio que é irritante pra mucosa gástrica, dai suas cápsulas são revestidas de acetoftalato de celulo

se.


User badge image

Naldo Motta

Há mais de um mês

Valeu.
Se souber, responde essa

Qual a indicação da recomendação do uso de cápsula com revestimento gástrico?

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes