A maior rede de estudos do Brasil

Atividades Online de Teoria Macroeconômica - UniFCV

7     Uma das principais implicações do modelo de escolha intertemporal é que o consumo familiar deve depender não só da renda atual como também da renda esperada no futuro. Mais precisamente, o consumo desse ano deve depender de um nível médio de renda esperado nesse ano e nos próximos anos, considerando a taxa de juros vigente. Essa interpretação foi aperfeiçoada na década de 1950 pelo economista norte-americano Milton Friedman, que inseriu a hipótese da renda permanente, que nada mais é do que a renda média que a família espera receber no longo prazo (SACHS; LARRAIN, 1995).

 Sobre a teoria do consumo e renda permanente, analise as afirmativas a seguir:

I – Asfamílias tendem a equilibrar o consumo ao longo do tempo de forma a manter um padrão de consumo estável.

II – Flutuaçõestemporárias na renda não afetarão o consumo.

III – O padrão de consumo depende somente da renda atual.

IV – Asfamílias pouparão nos períodos que tiverem maior renda e consumirão poupança nos períodos de menor renda.

 É correto o que se afirma em:

Escolha uma opção:

a. II, III e IV

b. I, II, III e IV

c. I, II e III

d. I, III e IV

e. I, II e IV

 

 8. O governo, com frequência, recorre ao endividamento para financiar investimentos em infraestrutura, saúde, educação e segurança, pois suas despesas superam suas receitas, acarretando déficits. Assim, o déficit público é a diferença entre o investimento do governo e a poupança pública em conta corrente. A recorrência de déficits fiscais pode levar ao endividamento excessivo do governo, limitando a capacidade de execução de políticas fiscais.

 Sobre os efeitos da política fiscal de acordo com o modelo keynesiano, analise as afirmativas a seguir:

I – Uma política fiscal expansionista patrocinada com a redução dos tributos pode elevar a renda e o consumo das famílias no longo prazo.

II – Admitindo uma restrição orçamentária intertemporal, as famílias podem identificar que uma política fiscal expansionista com redução dos tributos implicará em impostos maiores no futuro e consequentemente, podem optar por reduzir o consumo presente, poupando para pagar os maiores tributos esperados para o futuro.

III – No modelo intertemporal, a queda nos tributos terá efeitos sobre o consumo quando for acompanhada por alterações nos gastos públicos, desde que não sejam necessários aumentos adicionais nesses gastos no futuro.

IV – No modelo keynesiano a política fiscal expansionista, por meio da redução dos tributos, eleva a renda disponível e o consumo das famílias.

É correto o que se afirma em:

Escolha uma opção:

a. I, III e IV

b. II, III e IV

c. I, II, III e IV

d. I, II e IV

e. I, II e III

 

9.  Uma das questões elementares na macroeconomia é como organizar e compilar informações sobre produtos distintos numa base única de cálculo, ou seja, como somar produção de aeronaves com refrigeradores e minério de ferro? Diante do exposto, surgiu após a Segunda Guerra Mundial a medida de Produto Agregado nas Contas Nacionais por meio do Produto Interno Bruto ou PIB. O PIB pode ser avaliado por meio do cálculo do PIB per capita, isto é, a razão entre o PIB real e a população do país, fornecendo uma medida do padrão de vida médio do país.

Sobre a definição de PIB, assinale a alternativa correta.

Escolha uma opção:

a. PIB é definido como o valor dos bens e serviços finais produzidos em uma determinada economia em um período de tempo.

b. PIB é definido como o valor dos produtos produzidos em uma determinada economia.

c. PIB é definido como o valor dos bens produzidos em uma determinada economia em um período de tempo.

d. PIB é definido como o valor dos bens e serviços produzidos em uma determinada economia em um período de tempo.

e. PIB é definido como o valor dos bens e serviços finais produzidos em uma determinada economia.


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?