A maior rede de estudos do Brasil

Em que outras situações pode o nome ser alterado?


8 resposta(s)

User badge image

Rhuan F. Souza

Há mais de um mês

Dentre os direitos de personalidade, pode-se destacar o direito ao nome – meio que identifica uma pessoa, inclui o prenome e o patronímico.A eventual alteração do nome dos consortes, mediante o acréscimo do sobrenome do outro é um dos efeitos do casamento (obviamente, é algo facultativo). Contemporaneamente, fazendo jus aos direitos constitucionais e ao direito de personalidade é, perfeitamente, possível o reestabelecimento do nome de solteiro(a), nos casos de dissolução do casamento pela morte do cônjuge ou pelo divórcio. No caso de nomes vexatórios, mudança de sexo, homonímia (pessoas com nomes idênticos), também há a possibilidade de alteração.
Dentre os direitos de personalidade, pode-se destacar o direito ao nome – meio que identifica uma pessoa, inclui o prenome e o patronímico.A eventual alteração do nome dos consortes, mediante o acréscimo do sobrenome do outro é um dos efeitos do casamento (obviamente, é algo facultativo). Contemporaneamente, fazendo jus aos direitos constitucionais e ao direito de personalidade é, perfeitamente, possível o reestabelecimento do nome de solteiro(a), nos casos de dissolução do casamento pela morte do cônjuge ou pelo divórcio. No caso de nomes vexatórios, mudança de sexo, homonímia (pessoas com nomes idênticos), também há a possibilidade de alteração.
User badge image

JENIFER P

Há mais de um mês

A principal característica do nome é a imutabilidade. Porém, a regra geral da inalterabilidade do nome é relativa, segundo se colhe da leitura do caput do art. 58, da Lei nº. 6.015/73 e das hipóteses de alteração do nome.prenome que exponha seu portador ao ridículo, ao vexame, que cause constrangimento ou que seja exótico.prenome que contenha erro gráficoalteração de prenome para incluir apelido público notório ou nome
User badge image

aline Bandeira

Há mais de um mês

Seria o caso, por exemplo, de alteração de nome por anulação ou declaração de nulidade de casamento; de enteado requerer autorização judicial para usar o sobrenome do padrasto ou madrasta, se estes concordarem; e, inclusive, de inclusão de nome de ascendentes, como avós.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes