A maior rede de estudos do Brasil

prova portugues

Leia o texto a seguir, com atenção, para responder à questão:Cante lá... que eu canto cáRepare que a minha vidaÉ deferente da suaA sua rima pulidaNasceu no salão da ruaJá eu sou bem deferenteMeu verso é como a simenteQue nasce inriba do chãoNão tenho estudo nem arteA minha rima faz parteDas obras da criação...Mas porém, eu não envejoO grande tesôro seuOs livro do seu colejoOnde você aprendeuPra gente aqui sê poetaE fazê rima compretaNão precisa professôBasta vê no mês de maioUm poema em cada gaioE um verso em cada fulôAntônio Gonçalves da Silva, Patativa do Assaré (1909 - 2002) Em relação ao poema de Patativa do Assaré e ao uso que ele faz da língua, podemos afirmar que:a. o poeta não sabe a língua e por isso comete muitos erros em vários níveis e registros.b.o texto apresenta vários erros em relação à norma urbana de prestígio e por isso não pode ser considerado um poema representativo da literatura brasileira.c.a forma de o poeta usar a língua não compromete a emoção transmitida por esse poema, e evidencia que todas as variações linguísticas mostram o uso diverso que se faz da língua portuguesa no Brasil, o que consiste em uma riqueza cultural muito grande.d. o verso “ Os livro do seu colejo” fere as regras da Gramática Normativa e por isso podemos falar que essa variação no uso da língua está errada.e. o texto é um exemplo da deturpação em relação ao uso da língua em nível culto, demonstrando como se fala errado em determinadas regiões do Brasil.

Português

UNICSUL


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?