A maior rede de estudos do Brasil

O que podemos observar no hemograma e na distensão sanguínea em relação a utilização de eritropoetina pelo paciente?


2 resposta(s)

User badge image

Milena Spengler

Há mais de um mês

No hemograma, podemos observar em equipamentos que conseguem fazer o diferencial de reticulócitos e visualizar numericamente o percentual de novas hemácias circulantes. Já na distensão sanguínea os reticulócitos mais jovens coram-se simultaneamente pelos corantes ácidos e básicos consequentemente dando as hemácias jovens uma coloração de um azul/pálido e ainda podem ser vistas hemácias nucleadas. Outra alternativa é utilizar o corante supravital (azul de cresil-brilhante), assim conseguimos contar somente os reticulócitos e ter uma estimativa.
No hemograma, podemos observar em equipamentos que conseguem fazer o diferencial de reticulócitos e visualizar numericamente o percentual de novas hemácias circulantes. Já na distensão sanguínea os reticulócitos mais jovens coram-se simultaneamente pelos corantes ácidos e básicos consequentemente dando as hemácias jovens uma coloração de um azul/pálido e ainda podem ser vistas hemácias nucleadas. Outra alternativa é utilizar o corante supravital (azul de cresil-brilhante), assim conseguimos contar somente os reticulócitos e ter uma estimativa.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes