A maior rede de estudos do Brasil

Cada ramo do Direito tem a sua forma de limitar ou evitar a insegurança

Cada ramo do Direito tem a sua forma de limitar ou evitar a insegurança jurídica. No Direito Tributário, temos como resultado genericamente três grandes princípios – legalidade, tipicidade e não surpresa –, que, estendidos, correspondem a cinco normas princípios: legalidade, tipicidade, irretroatividade, anterioridade e noventena.


Aliás, é importante que se esclareça que “a natureza jurídica das limitações ao poder de tributar é de garantia constitucional”.


Isso porque elas não deverão ser suprimidas ou reduzidas sequer por uma emenda constitucional.


Com relação às limitações ao poder de tributar assinale a alternativa correta:


Os tributos somente poderão ser regulamentados por lei complementar- exclusivamente.


Os empréstimos compulsórios (art. 148, CRFB/88), o imposto sobre grandes fortunas (art. 153, VII, CRFB/88), os impostos residuais (art. 154, I, CRFB/88) e as contribuições da seguridade social residuais (art. 195, § 4º, CRFB/88) de acordo com determinação da CF podem ser regulados por Lei Ordinária

A EC nº 42/03 incluiu no artigo 150, III, a alínea “c” da CRFB/88 que exige, para além da irretroatividade e da anterioridade, um prazo de 90 dias a contar da publicação para que a lei possa ser aplicada.

O princípio da anualidade dispõe que o tributo, seja ele qual for, somente tem a validade de um ano, devendo ser renovado por nova lei a cada ano.


1 resposta(s)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes