Buscar

denúncia vazia e cheia na Lei do Inquilinato

Sobre o tema da denúncia vazia e cheia na Lei do Inquilinato, tendo como base o regramento legal sobre o tema, os entendimentos doutrinários e jurisprudenciais da matéria, enquanto forma de extinção do contrato de locação de imóvel urbano, analise as assertivas abaixo, marcando V – verdadeiro ou F – falso, assinalando a seguir a alternativa com a sequência correta: 

 

( ) Contrato de locação firmado por prazo inferior a 30 meses, não importa se verbal ou por escrito, findo o prazo, prorroga-se automaticamente para prazo indeterminado, não falando a Lei em 30 dias de permanência, como ocorre nos contratos firmados por escrito e com prazo superior a 30 meses.

 

( ) Os casos de infração contratual, que devem ser considerados relevantes e graves – análise caso a caso pela jurisprudência, autorizam denúncia cheia, pela Lei do Inquilinato.

 

( ) A doutrina entende que pela regra do art. 47, III, a retomada do imóvel pelo locador para uso próprio ou de sua família jamais terá cabimento se ele ou as pessoas de sua família possuírem outro imóvel, a exemplo da casa de praia.

 

( ) Na retomada do imóvel pelo locador nos casos de denúncia cheia do art. 47, III da Lei 8.245/91, tem entendido a jurisprudência que não estará obrigado o locador a retomar o imóvel residencial única e exclusivamente com a finalidade de moradia, contanto que se direcione a utilização visando a satisfação de um interesse pessoal. 


Ainda não temos respostas

Você sabe responder essa pergunta?

Crie uma conta e ajude outras pessoas compartilhando seu conhecimento!


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Perguntas relacionadas

Materiais relacionados

Materiais recentes

Perguntas Recentes