A maior rede de estudos do Brasil

Faça uma análise comparativa entre as leis físico-matemáticas e as leis culturais, inserindo nestas as leis no sentido jurídico, dano ênfase para a

Faça uma análise comparativa entre as leis físico-matemáticas e as leis culturais, inserindo nestas as leis no sentido jurídico, dano ênfase para a relação entre "fato" e "norma


1 resposta(s)

User badge image

Karyma Arabi

Há 6 dias

A lei física é, de certa maneira, um retrato do fato, na plenitude de seus aspectos. Sendo a lei física uma expressão neutra do fato, qualquer lei, por mais que pareça, cede diante de qualquer aspecto factual que venha contrariar o seu enunciado. Entre a lei e o fato, no mundo físico, não há como hesitar: prevalece o fato, ainda que seja um só fato observado; modifica-se a teoria, altera-se a lei.
A diferença fundamental entra as leis físico-matemáticas e as leis jurídicas, resulta da “natureza das cosias” peculiar a cada esfera de realidade.
Já uma lei cultural envolve uma tomada de posição perante a realidade, implicando e reconhecendo a obrigatoriedade de um comportamento, temos propriedade o que se denomina regra ou norma.
O ser humano destaca-se dos outros animais. Em sua existência, não se limita a aceitar o mundo natural que o rodeia, mas o modifica, construindo a civilização. Podemos considerar a natureza como o conjunto de todas as coisas que existem em estado bruto, ou seja, independentemente da interferência humana.
A lei física é, de certa maneira, um retrato do fato, na plenitude de seus aspectos. Sendo a lei física uma expressão neutra do fato, qualquer lei, por mais que pareça, cede diante de qualquer aspecto factual que venha contrariar o seu enunciado. Entre a lei e o fato, no mundo físico, não há como hesitar: prevalece o fato, ainda que seja um só fato observado; modifica-se a teoria, altera-se a lei.
A diferença fundamental entra as leis físico-matemáticas e as leis jurídicas, resulta da “natureza das cosias” peculiar a cada esfera de realidade.
Já uma lei cultural envolve uma tomada de posição perante a realidade, implicando e reconhecendo a obrigatoriedade de um comportamento, temos propriedade o que se denomina regra ou norma.
O ser humano destaca-se dos outros animais. Em sua existência, não se limita a aceitar o mundo natural que o rodeia, mas o modifica, construindo a civilização. Podemos considerar a natureza como o conjunto de todas as coisas que existem em estado bruto, ou seja, independentemente da interferência humana.

Essa pergunta já foi respondida!