A maior rede de estudos do Brasil

Quais os conceitos de Emile Durkhiem na sociologia?


1 resposta(s)

User badge image

Maria De Lourdes

Há 5 dias

A teoria sociológica de Durkheim, baseia-se sobretudo no conceito de Fato Social como objeto da sociologia, garantindo-lhe seu caráter de objetividade científica. Neste caso, os fatos sociais seriam ‘coisas’, cuja características principais é de que eles exercem uma coerção, generalidade e exterioridades sobre os indivíduos, conforme afirma o autor: fato social é toda maneira de fazer, fixa ou não, suscetível de exercer sobre o indivíduo uma coerção exterior, ou então que é geral em toda a extensão de uma sociedade.
Assim, percebe-se que nos fatos sociais: a coerção, todos devem seguir as regras sociais, pois serão coagidos pelo grupo social a que pertencem; a generalidade, porque é comum a todos os indivíduos da sociedade ou grupo social, independente das manifestações individuais; a exterioridade, aja vista que não são criações próprias dos indivíduos isolados, mas nascem da sociedade.
O conceito de Consciência coletiva Durkheim definiu em sua obra ‘Da divisão do trabalho social’, o qual consiste no conjunto de crenças e dos sentimentos comuns à média dos membros de uma sociedade, que forma um sistema determinado, que tem vida própria.  Esta consciência existe a partir da presença das crenças e dos sentimentos nas consciências individuais. Ela evolui segundo leis próprias e não é apenas uma expressão das consciências individuais.

A teoria sociológica de Durkheim, baseia-se sobretudo no conceito de Fato Social como objeto da sociologia, garantindo-lhe seu caráter de objetividade científica. Neste caso, os fatos sociais seriam ‘coisas’, cuja características principais é de que eles exercem uma coerção, generalidade e exterioridades sobre os indivíduos, conforme afirma o autor: fato social é toda maneira de fazer, fixa ou não, suscetível de exercer sobre o indivíduo uma coerção exterior, ou então que é geral em toda a extensão de uma sociedade.
Assim, percebe-se que nos fatos sociais: a coerção, todos devem seguir as regras sociais, pois serão coagidos pelo grupo social a que pertencem; a generalidade, porque é comum a todos os indivíduos da sociedade ou grupo social, independente das manifestações individuais; a exterioridade, aja vista que não são criações próprias dos indivíduos isolados, mas nascem da sociedade.
O conceito de Consciência coletiva Durkheim definiu em sua obra ‘Da divisão do trabalho social’, o qual consiste no conjunto de crenças e dos sentimentos comuns à média dos membros de uma sociedade, que forma um sistema determinado, que tem vida própria.  Esta consciência existe a partir da presença das crenças e dos sentimentos nas consciências individuais. Ela evolui segundo leis próprias e não é apenas uma expressão das consciências individuais.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes