Justiça (no Brasil) - Documentário de Maria Augusta Ramos. - a

Justiça (no Brasil) - Documentário de Maria Augusta Ramos.

https://img.youtube.com/vi/r8vaMUOHQNY/sddefault.jpg
Lista de reprodução "Documentários, entrevistas..." do canal YouTube CarlosAlbertoDidier. "Justiça" (2004, ganhador de 9 prêmios internacionais): documentário dirigido por Maria Augusta Ramos, sobre o sistema judiciário e o sistema penitenciário no Brasil, tendo por modelo as varas criminais e a estrutura prisional e carcerária da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. O panorama traçado pelo documentário de 2004 de Maria Augusta Ramos não tem hoje, na capital carioca, uma conformação muito diversa daquela que dele se depreende. Porém, há a destacar a implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) a partir de novembro de 2008, quando a primeira foi instalada na Favela Santa Marta, em Botafogo, e a aplicação posterior da mesma solução junto de outras áreas conflagradas e dominadas pelo narcotráfico ou pelas milícias na cidade do Rio de Janeiro. Deriva daí registrarem-se, na situação da segurança pública, melhorias desde a adoção dessas medidas de maior intervenção e controle estatal. No entanto, o mesmo não ocorre na estrutura judicial. As debilidades desta são visíveis, muito embora se façam reconhecidos os esforços para saná-las empreendidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão de supervisão do judiciário criado em dezembro de 2004. Não obstante, o sistema judicial brasileiro continua a apresentar muitas falhas na morfologia organizacional e inconsistências na operacionalidade jurisdicional, o que enseja a agudização das deficiências na funcionalidade do judiciário, face à crescente demanda para o julgamento dos conflitos e a execução das soluções judicantes. Sobre tais precariedades da Justiça no Rio de Janeiro cabe remeter à radiografia feita pela Ordem dos Advogados deste estado federativo brasileiro, em notícia veiculada através de seu jornal de classe, na edição de setembro de 2012. Tal fato também motivou a OAB/RJ a fazer representação junto do CNJ, pedindo providências saneadoras urgentes: http://www.oabrj.org.br/sc/verConteudo/17520/Situacao-precaria-da-Justica-leva-OABRJ-ao-CNJ.html . No tocante à população carcerária brasileira e às anomias que defluem daquele quadrante social - haja vista o controle que sobre os presídios parecem ter as diversas facções que encorpam o crime organizado no Brasil -, dados há que podem ser compulsados em: http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJD574E9CEITEMIDC37B2AE94C6840068B1624D28407509CPTBRIE.htm . Estes não autorizam ilações otimistas se analisados por cotejo, de 2004 - data de realização do documentário - a 2011, último ano de compilação ali registrada. ------------------------------ Assista-se ao depoimento do jurista Hélio Bicudo em https://www.youtube.com/watch?v=J9NzC3qc3hg Atente-se à denúncia dos "conluios entre juízes e advogados", do Ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF: http://www.youtube.com/watch?v=NxYKsHO6pqs Presídios brasileiros vivem situação dramática: https://www.youtube.com/watch?v=UUa9LsO7Xlg Desigualdade no acesso à Justiça é 50 vezes maior do que na educação: http://www.oabrj.org.br/noticia/86250-Desigualdade-no-acesso-a-Justica-e-50-vezes-maior-do-que-na-educacao Justiça no Brasil: "Dois pesos duas medidas" http://www.oabrj.org.br/detalheArtigo/3981/Dois-pesos-duas-medidas---Wadih-Damous.html (21/05/2014) A operação Lava Jato e a insegurança jurídica suscitada no processo penal: http://globotv.globo.com/globo-news/entre-aspas/v/convidados-discutem-a-decisao-do-stf-de-levar-a-brasilia-analise-da-operacao-lava-jato/3359726/ ---------------------------------- Maria Augusta Ramos (Brasília, DF, 1964), é uma cineasta e diretora brasileira. Formada em música pela Universidade de Brasília (UnB), Maria se mudou para Paris onde concluiu seus cursos de Musicologia e Música eletro-acústica no grupo de pesquisas musicais (Radio France) e, mais tarde, em Londres, (City University). Em 1990 casou-se com Henkjan Honing, um holandês, e foi morar na Holanda, onde estudou direção e edição na Academia Holandesa de Cinema e Televisão, sendo aluna de Johan van der Keuken (1938-2001). Produziu e dirigiu os filmes de longa-metragem: "Brasília, Um Dia em Fevereiro" (1995, Vencedor do prêmio do Júri no Festival de Documentários do Rio de Janeiro - "É Tudo Verdade"), "Desi" (2000, primeiro lugar no mais importante festival de documentários da Holanda), "Justiça" (2004, ganhador de 9 prêmios internacionais) e "Juízo" (2008), filme que trata do sistema judiciário brasileiro. Ela também dirigiu vários filmes de curta-metragem entre eles: "Eu Acho que o que Eu Quero Dizer é..." (1993), "Boy e Aleid (1994), "Two Times at Home" (1996), "The Secret of the Vibrato" (1998), "Rio Um Dia em Agosto" (2002). Dirigiu também a série de episódios de documentários de média-metragem para a TV holandesa - "Butterflies in Your Stomach" - de 1998. ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Ramos )
@antropologia-juridica PUC GOIÁS

Ainda não temos comentários aqui
Seja o primeiro!