A maior rede de estudos do Brasil

Curso de Farmacologia Aula 2   Farmacocinetica - Distribuiçãovideo play button

Transcrição


lá buscar os alunos. Essa é a nossa segunda aula sobre o tema fármaco cinética na aula passada. Falando sobre a absorção, não deixe de assistir à aula nessa aula. Iremos falar sobre como os fármacos são distribuídos. Eu sou professor Sérgio e começa agora mais uma vinte aula com o assunto Distribuição de fato, estão dando continuidade ao nosso assunto. Vamos ver o mesmo esquema que a gente viu na aula passada, onde é que se encontra a distribuição. Então, nós vimos a população para que a população o fármaco, ela atravessou a barreira. Dep. Telho intestinal. Ele chegou, atravessou o endotélio vascular, caiu na corrente sanguínea e agora precisa ser distribuído. Eu já havia adiantado para vocês que forma com quando cai na corrente sanguínea que existem duas formas. Uma forma livre, uma forma ligada protege e que vai ser distribuído para os locais de ação terapêutica para os reservatórios ter sido a mais para os locais onde não se espera que ele aja são As reações adversas também são distribuídos para os locais onde eles são metabolizados e para os locais onde eles serão ex secretários. Mas um aspecto importante do processo de distribuição de fármacos perfusão sanguínea, Então vamos dar uma olhadinha. Como é que a perfusão sanguínea influencia na forma como forma qual distribuído então o que a perfusão sanguínea? O volume ao fluxo sanguíneo de sangue que determinou o tecido ou órgão recebe do coração? Se o sangue leva o facto aumenta a perfusão sanguínea aumenta necessariamente a distribuição dos fatos. Não nos podemos observar a seguinte em relação ao aumento da perfusão está diretamente relacionado com o aumento da distribuição de fármacos. Vai ver que outros aspectos que influenciam como a ligação se proteínas como ali, por solubilidade. Mas por ora a gente precisa saber isso Que órgãos que recebem maior volume sanguíneo por peso por peso corporal, eles tenham maior taxa de distribuição de fármacos, O que acontece, por exemplo, no cérebro onde tem uma perfusão sanguínea? Que cinquenta e cinco ml de sangue para cada cem gramas de ter sido o fígado, que apresenta vinte ml de sangue para cada cem gramas de ter sido e principalmente o rio quem apresenta quatrocentos e cinquenta mil de sangue para cada cem gramas de ter sido, então esses tecidos eles apresentam elevada perfusão. Consequentemente, maior volume sanguíneo leva para eles o maior ponta de faca, Então são factos que apresentam maior susceptibilidade de receberem maior capacidade de receber o fato, então o forma que chegou na corrente sanguínea. Mas podemos observar aqui nessa imagem. O fármaco pode ser um fármaco verde, pode ser um fármaco amarelo, ele vai ficar na sua forma livre ou na sua forma ligada à proteína. Nós temos duas proteínas, a proteína verde e a proteína rosa. Então, se formos, podem se ligar as proteínas e ao se ligar as proteínas, eles não conseguem atravessar a barreira endotelial na barreira do vaso sanguíneo para chegar e não ter sido. Então vamos imaginar que o fármaco chegou na corrente sanguínea. Eles precisam atravessar a barreira endotelial para chegarem aqui Não ter sido exatamente um tecido onde o fármaco vai ter sua, são desencadeados ser feito desencadeadas. Os fármacos que estão ligados às proteínas eles não conseguem atravessar a barreira do italiano apenas os formatos livres. Apenas os fármacos livres conseguem atravessar a barreira. Indo Thalia quem então a alta afinidade do fármaco com proteínas plasmáticas, elas diminui a distribuição do fármaco. Elas diminui o metabolismo do facto. Consequência disso, aqui há um aumento no tempo de ação do facto factos que se ligam muito a proteínas. Eles têm uma menor distribuição, menor metabolismo, mais eles têm uma marca o maior tempo de ação, uma vez que os factos vão demorar mais a chegar ao seu local de ação. Consequentemente demora também a serem eliminar quem, então, lembrando só que farma coligado não exerce ação farmacológica. Apenas os fármacos livres é que exercem ação farmacológica. Então a quantidade de um fato que se liga se proteger também depende basicamente de três fatores. A imagem mostra um esquema melhor dizendo, mostrando que nós temos a forma com livre o local de ligação daquele fato a proteína, o complexo fármaco, mas a proteína, a quantidade de forma que vai se liga. Essa proteína vai depender da concentração do fármaco, Então se existe muito fármaco livre, muito forma como também vai se apresentar ligado a concentração de forma livre esse ponto aqui ele vai ser proporcional ao aumento do forma acolhido vai aumentar também a fração ligada também a contar de forma ligada à proteína vai depender da afinidade a cifra pelos locais de ligação, não só pela quando está de farda, mas se esse fármaco tem afinidade pelos locais ligação pelos grupos químicos das proteínas pelas sequências de aminoácidos das proteínas que fazem com que eles se linhas protestos e, obviamente, depende também da concentração dos protestos. São três os fatores que fazem com que alterem a quantidade de forma coligadas proteínas, concentração de forma livre a afinidade do fármaco pelos locais de ligação e concentração das proteínas. Essa tabelinha que nós podemos observar que a quantidade de forma coligadas proteínas ela variável. Nós temos fármacos que se ligam aí uma concentração muito alta, como por exemplo a hidróxido marina noventa e nove vírgula oito por cento de facto ligadas proteínas Então quem exerce de fato o efeito farmacológico de um anticoagulante que exerce o efeito anticoagulante da com Marina é apenas zero vírgula dois por cento do percentual de zero vírgula, dois por cento da dosagem administrada. Outros focos também apresentam elevadas concentrações ligadas à proteína, como a varfarina, clocks, acilino, rocha, Celina, entre outros. Nós podemos observar que nessa tabela que variam aí de noventa e sete até nove noventa, entre noventa e seis, noventa e sete por cento mais ou menos da variação Esses fármacos Ele expressa pertence a uma classe de uma classe de fármacos onde eles têm tanta afinidade que a dosagem sempre é inferior à quantidade de forma coligadas. Protecção Nós temos também formas que se ligam muito poucas proteínas, caso aqui, por exemplo, da piscina, como é o caso por exemplo da CEF, alexina quinze por cento ligação, como é o caso da Prometazina, com sete e meio por cento ligação e alguns nem se ligam com uma marina prime dona. Outros focos, como a pergunta Lino, também têm níveis baixos de ligação de proteínas com vinte e cinco por cento. O facto ligado setenta e cinco por cento forma livre que exerce a função de forma como havia dito, existe duas classes de fato os fármacos da classe um, onde a dose menor que o número de locais de ligação das proteínas, então a maior parte do foco está ligados à sessão, que apresentam elevados níveis de ligação noventa e oito noventa e sete noventa e nove por cento ligado os de classe dois, onde a dose é maior do que o número de locais de ligação. A maior parte do franco realmente está livre e existe um sério problema conduzido pelo ministro Fármacos da Classe um da Classe dois. Porque porque os fatos da classe dois por apresentar menor níveis de ligação. Desculpa os frutos da classe um por apresentarem maior nível da ligação quando o estado, juntamente com foco da classe dois, podem ser deslocados pelos fármacos dessa classe estão os focos da classe são deslocados, apresenta o maior nível de maior fração livre e consequentemente, pode apresentar maior níveis de reações adversas. Obviamente não é só isso. Depende também do local de ligação da proteína, tipo de proteína que se forma que se liga, mas no geral, os fármacos da classe dois deslocam os fármacos da classe um e aí os fogos da classe podem produzir potencialmente reações adversas A gente pode financiar tabelinha que alguns fármacos que deslocam outros. Então, por exemplo, nós temos aqui droga deslocada, varfarina e outros de garimpos da droga deslocada por outros fármacos da classe dois, A farinha da classe M apresenta elevado nível de ligações proteínas a varfarina deslocada, Por exemplo, um coffe bra