Luta Antimanicomial no Brasil - psicologia-social-i

Luta Antimanicomial no Brasil

https://img.youtube.com/vi/8BYpBr5gXEg/sddefault.jpg
De perto quem é normal? Em 1970 o Brasil tinha em média 100.000 leitos em hospitais psiquiátricos, sendo 40.000 deles no estado de São Paulo. Na década de 80 os leitos no estado de São Paulo diminuíram para 35.000, sendo que um levantamento descobriu que 80% deles eram ocupados por alcoolistas, os outros 20% eram distribuídos entre psicóticos, deficientes mentais e epiléticos. Em 2008 o estado de São Paulo tinha 12.000 destes leitos, dos quais 6.349 eram ocupados por pessoas moradoras, ou seja, pessoas que perderam o direito à liberdade pelo resto da vida, e não cometeram nenhum crime. Dentre estes 6.349, cerca de 1.300 não tinham nome, são "mortos-civis", mas possuem CPF para que o dono do hospital possa receber o valor referente à internação. O Movimento Antimanicomial busca tirar estas pessoas dos hospitais psiquiátricos e restabelecer-lhes a dignidade. O governo paga cerca de R$ 1.000,00 mensais por leito aos hospitais psiquiátricos, que oferecem o mínimo aos pacientes. Todos sabem das barbáries que acontecem dentro daquelas paredes. Com o Movimento Antimanicomial, o paciente sai do hospital e recebe R$ 320,00 por mês. Alguns se juntam, alugam uma casa e voltam a viver com dignidade. Recentemente assisti uma palestra sobre o assunto. Desconhecia este movimento até então. Procurei um vídeo que passaram nela para postar aqui, mas não o encontrei. É emocionante, é perguntado a um senhor se ele prefere morar no hospital ou na casa e ele responde: - Prefiro morar aqui, aqui eu tenho colchão...
@psicologia-social-i ESTÁCIO
Estudante PD fez um comentário
  • De perto quem é normal?
    • 1 aprovações
    Carregar mais