A maior rede de estudos do Brasil

Aula 011   Terrorismo no Século XXIplay_circle_filled

Transcrição


Olá, meu amigo, minha amiga do Vou passar. Vamos para mais uma aula de atualidades nesta aula. Neste vídeo, a gente vai falar sobre terrorismo, sobre a ameaça terrorista. Ainda falar sobre terrorismo no século vinte e um especificamente antes de começar antes de qualquer coisa, porque ele lembra para vocês que o terrorismo ele não é recente. Nós ouvimos falar do terrorismo muito recentemente. Ele se globalizou muito recentemente. Ele ganhou importância muito recentemente, porém, grupos terroristas, grupos que tomam atitude de forma terrorista, que usa um terror como método de estratégia política, estratégia econômica, estratégia de guerra. Eles sempre existiram desde a antiguidade até os dias de hoje, porém, o conceito terrorismo só se firmou. Só ser se formalizou. Vamos dizer assim, no século vinte, e consequentemente, também um século vinte e um. E nesta aula a gente vai falar sobre o terrorismo recente, o terrorismo atual qualquer. Então é importante ser prestar bem atenção à saúde. Ele pode ser sim uma questão de prova para você. Então não olhada em Macapá. Eu separei uma foto de um terrorista famoso o milagre que está ligada a um fato relevante um atentado terrorista relevante já dentro do século vinte e um nós temos aí também uma outra imagem, de um integrante do Estado Islâmico, A gente vai entender essa imagem já já vai falar sobre esse movimento de braços, ainda está fazendo com a intenção dessa imagem sem não está querendo passar para a gente e tem a ver com o terrorismo Sim, atual, que é o Estado Islâmico, Como lá vão para frente? Quais são as questões a qualquer, o que vocês observem que vocês procurem nesta aula? Enquanto a gente vai com essa primeiro, quais são os principais grupos? Ou seja, quem são os principais? Hoje, os principais grupos terroristas, que tem relevância, que podem cair a sua prova segundo ponto. O que é o Estado Islâmico? Que é sim o principal grupo terrorista? Hoje ele é o que eles se chama Estado Islâmico, porque é que ele tá tão está sendo tão falado. Hoje a reforma contempla mais sobre isso. Muitas zero ponto aqui com a gente entendeu que o Estado Islâmico de fato, onde ele vem como o Estado Islâmico, se expande e porque esse grupo terrorista conseguiu se expande tanto porque a gente sabe que a gente observa o histórico dos grupos terroristas no mundo, como, por exemplo, a Al Qaeda, que é o mais famoso. Foi o mais famoso na década de noventa e nove zero, no início dos anos dois mil, a gente a perceber que não houve expansão do grupo terrorista, não houve posse de territórios do grupo terrorista, mas sem grandes atentados como foram além. Como foi a libido de Nova York? Aquele atentado? Nós estou regimes e também em Washington, o Pentágono. Porém, fora esses atentados, a gente não via uma expansão territorial, uma expansão econômica, expansão ideológica dos grupos terroristas. E isso a gente está observando no Estado Islâmico. Se a gente está observando nesses novos grupos terroristas atuais, a gente vai discutir um pouquinho porque está acontecendo o que não acontecia antes e porque a partir de agora a gente está observando esses fatos. Novos, quem, então vamos para a tela para ir para frente ao dólar primeiro ponto Essa imagem todo mundo conhece, todo mundo lembra, todo mundo, praticamente todo mundo viveu. Essa época estava já tenha nascido nessa época do no onze de setembro de dois mil e um coloca aqui até para vocês a data para lembrar, lembrarem. Apesar de todo o mundo, acredito lembrar muito bem do onze de Setembro, ou seja, o início do século vinte e um, nós tivemos esse grande atentado terrorista nos Estados Unidos. Dois aviões se chocam nas duas maiores torres do mundo naquela época. Consequentemente, as duas maiores de todos os Estados Unidos, o centro financeiro de Nova York, O centro financeiro Estados Unidos se localiza naquela região Áustria, onde se localiza naquela região. É o centro de todos os bancos americanos e toda a Bolsa de Valores de Nova York, das duas bolsas de valores não é se localiza, opina. Ali, naquela região, e essas duas questões empresariais que, além de funcionárias e funcionários, centenas de empresas, a lei tinha um valor simbólico e apresentar em todo o poderio dos Estados Unidos no mundo. Então, elas foram alvo neste atentado conduzido produzido por um grupo terrorista por um terrorista, encabeçando mais especificamente esse grupo, certo. Então, Nova York foi alvo desse atentado, ou seja, houve um ressurgimento do terrorismo. A partir desse fato, nós temos tido uma pausa. Vamos dizer assim, em grandes atentados nos Estados Unidos ou em grandes países durante a década noventa. Final da década de oitenta para esta década noventa. Nós temos nós tínhamos tido poucos atentados. E aí, na virada do século, logo em dois mil e um ministro sozinho do século vinte e um de? Nós tivemos esse grande atentado que não se resumiu a Nova York, o Pentágono, a sede do Pentágono, também foi atingida por outro avião na versão oficial. Claro, nós temos inúmeras teorias da conspiração em cima desse fato em cima desses atentados. Desde que o presidente americano organizou todos esses atentados, até alienígenas que se conspiram conspiraram contra os Estados Unidos e nós devemos. Nós temos ainda inúmeras teorias e teoria de conspiração muito fácil, que é só criar. Então a gente tem. É muito fácil ser difundir uma boa tá uma teoria. Então, os Estados Unidos sofrem e não é só um país sofrendo. É o maior país do mundo sofrendo um atentado de um grupo terrorista do grupo isolado do Afeganistão. Então isso foi um símbolo que foi muito decisivo. Nessa virada do jogo houve uma virada, não só o desenvolvimento em outros grupos terroristas a partir de onze de setembro, como houve também uma virada na postura dos países nos grandes países, principalmente em relação ao terrorismo, então não foi só o ressurgimento ou o surgimento de outros grupos, mas, como esses países, esses governos legítimos desses países enfrentavam a ideia do terrorismo, o rigor com o terrorismo foi muito maior nos Estados Unidos e nos países europeus, que também são alvos de terrorismo em relação a esses grupos. Ou seja, o alerta ficou ligado para todos os países e não é à toa. Não é coincidência que vários outros países, inclusive os países europeus, sofreram vários atentados no decorrer desses anos, de dois mil e um para cá. Então, a gente pode considerar que o onze de setembro foi um marco de intensificação do terrorismo, não só o onze de setembro, mas o que veio depois do onze de Setembro. E a gente também pode afirmar que a partir de onze de setembro, a gente houve uma intensificação. A gente teve uma intensificação também da postura dos governos, dos países em relação aos grupos terroristas. A intolerância com esse tipo de atitude ficou muito maior com onze de setembro. Ao mesmo tempo que os grupos se aventuraram muito mais também a tentativa de atentados terroristas. Então, a gente, a gente, eu trato. Onze de setembro, um marco de diferença entre a relação dos países, inclusive no mundo cidadão. Aí, Osama bin Laden, um bilionário saudita, já era rico, sempre foi rico, o seu pai já era milionário antes mesmo dele ele nascer. Então ele já herdou a fortuna do pai e, a partir daí da sua ideologia do seu fundamentalismo religioso, principalmente, foi o seu fundamentalismo religioso que fez com que ele criar, criasse e fortalecer esse grupo terrorista dele. Que a Al Qaeda, ou seja, à Al Qaeda é o grupo terrorista, a partir do líder Osama, milagre que organizou o onze de Setembro, então o onze de Setembro foi organizado. Atentado do onze de Setembro foi organizado por um grupo terrorista islâmico chamado Al Qaeda, que tem como seu líder Osama bin Laden tinha como seu líder eliminado porque ele já morreu. Então a organização toda foi feita a partir de um grupo do Oriente Médio Islâmico. E isso faz toda diferença na nossa discussão porque toda a intolerância dos governos do governo americano e dos governos europeus tem relação com os países árabes. E hoje, o maior grupo terrorista do mundo também é islâmico. Também é do Oriente Médio