A maior rede de estudos do Brasil

Aula 55   Estudo do Verbo   Conjugação Dos Tempos Compostosvideo play button

Transcrição


olá, Queridos amigos e amigas, tudo bem com vocês. Estamos aqui fazendo o nosso estudo do verbo. Já passamos pelas características principais. Passamos pelas conjugações verbais e agora nós iremos falar sobre tempos com postos da língua portuguesa. O assunto, Ele está ligado a conjugação verbal, mas é porque na língua portuguesa nós temos os tempo simples que foram os tempos que nós já estudamos, e nós temos os tempos compostos sobre os quais falaremos agora, vejamos comigo até lá, por favor, eu ainda estou nas conjugações verbais ainda é a parte dois, só que agora é a conjugação dos tempos compostos. Existem alguns tempos verbais da língua portuguesa que podem ser expressos por meios de lo, por meio de locuções verbais. Como é que funciona isso? Professor Quem utiliza uma locução verbal da língua portuguesa e esse fluxo verbal? Ela expressa um tipo de tempo verbal? Alguns desses tempos verbais eles existem tanto na forma composta, bem como na forma simples, outras só existem na forma composta. Tudo bem e a gente precisa saber mapear quais são esses tempos compostos, tudo bem nas provas de concurso público. O que nós mais verificamos que os tempos compostos não são cobrados quanto a conjugação. Mas quanto ao reconhecimento e quando a substituição, Como disse para vocês, existem alguns tempos composto voltar, marcar para você quais são? Existem alguns tempos compostos que eles têm tanto uma ocorrência no tempo simples, bem como no tempo composto, e as bancas gostam de exigir do candidato que ele faça a substituição de um pelo outro. Tudo bem e a polícia realmente apresentar. Quais são esses tempos compostos? Vejamos comigo até lá, por favor, eu tenho dois gêneros grandes de tempos, compostos do indicativo do subjuntivo. Você já viu comigo, em outras aulas o que é um indicativo? Que é o subjuntivo imperativo está de fora agora então do modo indicativo, eu tenho quatro tempos compostos e no modo subjuntivo eu tenho três tempos compostos, tudo bem, olha só comigo o indicativo nós temos o pretérito perfeito, nós temos o pretérito mais que perfeito, nós temos o futuro do presente e nós temos o futuro do pretérito. Tudo bem são essas quatro formas de tempos composto que eu tenho, ou seja, catorze anos para você o seguinte Existe o pretérito perfeito lá no tempo simples a gente com o jogo, mas também existe no tempo composto por meio de uma locução verbal. O pretérito mais que perfeito existe no formato simples. Existe no formato composto também beleza. O futuro do presente e o futuro do pretérito também existem no formato simples, bem como no formato composto. Agora veja comigo na tela. Vamos falar do subjuntivo agora o subjuntivo eu tenho pretérito perfeito. Eu tenho o pretérito mais que perfeito. Eu tenho o futuro composto. Tudo bem, eu tenho essas três formas dessas três formas aqui duas delas não aparecem no tempo simples. Se você se lembrar na conjugação dos tempo simples, nós não tínhamos pretérito perfeito do subjuntivo e nós não tínhamos pretérito mais que perfeito do subjuntivo. Nós só tínhamos o pretérito imperfeito do subjuntivo, tudo bem, então existem dois temos composta nesse caso é que ele não tem uma correlação no tempo simples. Agora o futuro composto assim o futuro composto ele existe tanto do subjuntivo ele existe o futuro. O futuro existe tanto no substitutivo simples, bem como um só objetivo composto, tudo bem. Como é que eu faço para formar essas minhas estruturas de tempo composto bem cá comigo, falou todo o tempo composto, Ele é formado por meio de uma locução verbal locução verbal como você já sabe, porque nós já falamos sobre isso, uma locução verbal, ela é marcada pela presença de dois verbos Eu tenho a presença dois verbos o primeiro verbo. Ele é um verbo auxiliar e o segundo, o verbo é um verbo principal para a formação de um tempo composto. Eu vou ter sempre essa estrutura que um verbo auxiliar sempre vai ser o verbo de ir. Ou então, neste caso o verbo a vir tudo bem ou vai se o verbo ter ou vai ser o verbo haver neste caso, aqui especificamente, viu meus queridos, vou colocar para você. Se nesse caso, nem assim, caso vou colocar para você se tem igual a vir, tudo bem, é o único caso na língua portuguesa em que a terra e a vir são idênticos. Tudo bem, é o único caso em que ter e haver são a mesma coisa. Tudo bem, inclusive neste caso aqui vou até marcar para você aqui. Esse teria se a vir. Eles são verbos pessoais, bus pessoas. Então não se confunda com aquele verbo a vir que a gente vê la nos verbos impessoais deve haver com sentido de existir e ocorrer acontecer indicando o tempo transcorrido aqui é ver o pessoal. Ele tem sujeito para a tela de novo. Então, o que acontece aqui? Ele é um verbo pessoal da língua portuguesa verba auxiliar e o verbo principal. Ele sempre vai aparecer na forma nominal do particípio. Tudo bem, sempre vai aparecer na forma nominal do participe, como havia destacado para você. E toda a locução verbal é representada pela presença de um verbo auxiliar e de um verbo principal. O verbo auxiliar. Nesse caso, precisa ser ter ou haver o verbo principal. Ele deve estar no particípio. Não é? Não é definitivo, não é? No jejum de ele, deve estar no particípio. Tudo bem este verbo no participa, ele vai ficar na forma. Participe ao invariável, tudo bem, quem vai ficar variando o verbo auxiliar, tudo bem. Ele vai ficar variando em tempos e modos para indicar um tempo composto. Observa que comigo, por favor, no caso do indicativo, por exemplo, eu preciso dela para formar o pretérito perfeito composto. Eu preciso do presente do indicativo, claro, mas o particípio. Para formar o pretérito mais que perfeito, eu preciso do pretérito imperfeito do indicativo. Tudo bem mais o verbo no particípio. Se eu precisar formar o futuro do presente, eu preciso do futuro do presente do indicativo. Mais participe Formar o futuro do pretérito eu preciso do futuro do pretérito do indicativo, mas particípio legal. Já no substitutivo que voltei para formar o pretérito perfeito composto, eu preciso do presente do subjuntivo mais particípio, tudo bem para formar o pretérito mais que perfeito do subjuntivo. Eu preciso do pretérito imperfeito do subjuntivo, mais um particípio para formar o futuro composto. Eu preciso do futuro do subjuntivo mais um participe, aproveitou até para fazer um acréscimo importante para você. Vejo que o coloque para você que é um presente presente. Só que obviamente você sabe que esse presente do indicativo, esse presente do subjuntivo, aqui coloquei para você pretérito imperfeito e pretérito imperfeito. Só que o pretérito imperfeito do indicativo que o pretérito imperfeito do subjuntivo aqui coloquei para você futuros, e aqui eu coloquei futuro. Só que nesses dois casos é o futuro do indicativo, tanto do presente bem como do pretérito. E aqui é o futuro do subjuntivo, tudo bem. Então esses que estão em amarelo aqui, eles correspondem a isso de modo verbal que está aqui Esses daqui de baixo correspondem a esse modo verbal que aqui está tudo bem, e assim que a gente vai formar os nossos tempos compostos, vale a pena fazer um comentário muito importante acerca disso pelo seguinte fato Veja para vinte Para formar o pretérito perfeito do indicativo composto eu preciso de um verbo no presente, ou seja, um verbo no presente, mais o particípio geram pretérito o pretérito mais que perfeito composto ele é formado a partir de um pretérito imperfeito. Tudo bem mais um participe. Veja para mim aqui embaixo que o pretérito perfeito do subjuntivo composto ele é formado por um verbo. No presente do subjuntivo mais um participou seja presente mais particípio resulta em pretérito perfeito tudo bem e o pretérito mais que perfeito ele é feito a partir do pretérito imperfeito mais um participe agora os futuros é que são formados dentro do próprio futuro. Olha que é o futuro do presente ao próprio futuro do presente e o futuro do pretérito. O próprio futuro do pretérito do futuro composto é o próprio futuro do subjuntivo. Tudo bem, mas é importante você tem isso aqui, tudo anotado e registrado mais que isso dessas formas de te