A maior rede de estudos do Brasil

Mercado Financeiro Aula 4video play button

Transcrição


olá, seja bem vindo à nossa disciplina, mercado financeiro, hoje nós teremos nessa quarta aula da disciplina. Hoje nós vamos conhecer o conceito de risco de mercado do mercado financeiro. Vamos conhecer o que é risco. Vamos falar um pouco sobre os tiros, os tipos de riscos inerentes aos produtos financeiros. Vamos conhecer também alguns produtos financeiros, suas principais características e suas rentabilidades como elas funcionam. Vamos começar agora falando sobre risco, O que é risco? Imagine que você tenha duas opções de investimento. A primeira você compra um título de dois mil reais. Ela oferece uma rentabilidade de duzentos reais dentro de trinta dias e a segunda opção, você pode comprar nas ações no valor de dois mil reais. Nos mesmos trinta dias, você pode ter uma rentabilidade que varia entre zero e quatrocentos reais. Perceba a diferença entre essas duas opções. Esta opção você escolheria vendo essas duas opções observando as duas opções, já é possível nós tirarmos algumas conclusões a respeito do risco das aplicações financeiras dos produtos financeiros. A primeira opção na primeira opção você tem certeza da sua rentabilidade. Dentro de trinta dias eu terei duzentos reais de rentabilidade na segunda opção. Eu posso ter uma rentabilidade que varia entre zero quatrocentos reais na primeira opção. Não existe variabilidade nenhum lá um referente à taxa de retorno desse investimento na segunda opção. Existe uma variabilidade grande essa variação entre zero e quatrocentos reais. Na verdade, nós imaginamos que pode ser esse valor, levando em conta o histórico dessa empresa e a rentabilidade das ações dessa empresa no passado, Mas nós sabemos que uma ação pode até fazer um investidor perder dinheiro. Ou seja, é possível que o investidor aplique os dois mil reais e que esse valor investido seja ainda menor quando ele for vender. Existe uma variabilidade grande, então nós já podemos concluir nesse exemplo que o risco está associado a possibilidade de perda financeira que o risco está associado à incerteza de investimento segundo as definições. O risco é o grau de incerteza de um investimento ou é a possibilidade de perda financeira? Todos os produtos financeiros apresentam algum grau de risco maior, um pouco menor. Importante associar também esse tamanho do risco. Grau do risco a variabilidade porque essa variabilidade pode representar retornos maiores. Vamos maiores ou menores, obviamente o investidor que está disposto a correr maiores riscos. A intenção é que ele obtenha maiores retornos desse investimento que ele fez. Os ativos mais arriscados, aqueles que apresentam maiores riscos ao investidor, maiores riscos de perda, são aqueles que oferecem maiores possibilidades de perda financeira para também oferece maiores possibilidades de ganhos financeiros. O investidor só estará disposto a correr grandes riscos se eu tiver a possibilidade de maior rentabilidade. Mas nós temos vários tipos de riscos. Alguns estão associados ao investidor, alguns estão mais associados as empresas. Então, vamos ver esses tipos de risco. O risco de variação das taxas de juros é a possibilidade de que as variações nas taxas de juros afetam negativamente o valor do investimento. A maioria dos investimentos pede o valor. Quando a taxa de juros sobe, ganha valor quando ela caiu, aí depende. Os investimentos podem ser pais ou pré fixados. Imagine que você comprou um título cuja rentabilidade está atrelada à taxa de juros da economia. A taxa Selic. Esse título prefixado está. Você comprou esse título no momento que a taxa de juros estava chis pré fixado. Para fixar o significa que você sabe a rentabilidade desse investimento no momento de fazer um investimento e a taxa de juros, some se a taxa de juros subiu e você comprou o título de uma época que a taxa estava mais baixa, a rentabilidade, as com rentabilidade menor, seus juros está mais alta. Rentabilidade estará mais alta também. Isso faz com que o seu título perca valor. Você ganha menos do que poderia ganhar com taxas mais altas, no caso de títulos. Passo fixados você pode. Se você percebe a conjuntura econômica importante? Aliás, para qualquer investidor, independente do tipo de investimento, conseguir interpretar o contexto econômico, cenário econômico, isso vai ajudar muito a correr riscos menores ou acertar quando correr riscos maiores. Imagine que você compre títulos pós fixados. Avançou, observa economia e percebi que, naquele momento, a tendência é que a taxa de juros suba e suba bastante. O que você faz? Você compra um futuro próximo fixado, cuja rentabilidade será apresentada só no final desse investimento. Na hora de converter esse investimento em valores monetários, a taxa de juros estará maior. Você ganhará mais um outro tipo de risco ao risco de crédito. O risco de crédito é inerente à quase todo o tipo de investimento é muito importante. Ele relaciona se à prováveis perdas quando um dos contratantes não consegue honrar os seus compromissos. Então, imagine que você comprou uma ação da empresa do Eike Batista, por exemplo. O EC Batista já pediu, já pediu a falência, não chegou na falência, mas já pediu desculpa, recuperação judicial Obviamente, a empresa dele não tem condições de arcar com os investimentos das pessoas, então você pode investir em empresas que tenham problemas financeiros e que não consigam arcar com essas dívidas que eles têm. É preciso quando, quando o investidor resolve fazer o investimento, é preciso observar qual é a posição daquela empresa. Naquele momento, o rei tinha da empresa, a empresa está muito endividada. Isso vai nos dados subsídios para tomar decisão na hora de escolher a empresa na qual devemos investir. O risco de mercado é a possibilidade de que o valor de uma de um ativo caia por fatores externos independentes do ativo, como eventos econômicos, políticos, sociais. Então, imagine que a rentabilidade do seu investimento está atrelada à taxa de inflação. A taxa de inflação cai sobre a rentabilidade dele, vai variar se está atrelado à taxa de câmbio, taxa de câmbio sobe e desce a taxa de juros a mesma coisa. Isso é um risco de mercado que Quando você tem um investimento atrelado, algum indexador, algum referencial, você corre o risco de ganhar mais um também de perder um risco operacional é um risco mais da empresa. É a possibilidade de ocorrência de perdas resultantes de falhas, deficiências, inadequação de processos internos, pessoas, sistemas, eventos externos. Então, isso está associado ao funcionamento da própria empresa até sobre os seus custos está e o risco de liquidez e a possibilidade que um ativo não possa ser liquidado com facilidade a um preço razoável. Vamos voltar. Se você comprou uma ação do Eike Batista naquela época, que ela avalia bastante, hoje ela não vale quase nada. Se você comprou aquele ativo naquela época e você tenta vendê lo hoje, você dificilmente vai conseguir a um preço satisfatório mais fácil. Sociedade, graça, ação. Então se um ativa facilmente negociável a um preço razoável e tem alta liquidez, mas ele pode ter um risco de liquidez se acontecer, por exemplo, o que aconteceu com a empresa dele, à Justiça, que a petrolífera, A ação dele passa a não ser mais fácil de negociação. Nós temos o risco legal por último, que é a possibilidade de perdas decorrentes de multas, penalidades, indenizações resultantes de ações de órgãos de supervisão e controle, bem como perdas decorrentes de decisões desfavoráveis em processos judiciais ou administrativos. Normalmente, o risco legal está associada. Há uma falta de formalização dos investimentos pelas empresas, porque as empresas, elas precisam, no mercado de capitais que elas precisam estar estados na CVM, por exemplo, na Comissão de Valores Imobiliários, as outras nos seus órgãos responsáveis. Então, é preciso que a empresa siga todas aqueles pré requisitos quando ela lançar títulos no mercado, por exemplo. Então, quando essa formalização é feita de forma adequada, a empresa pode sofrer penalizações. Por isso, agora vamos começar a falar sobre os principais produtos do mercado financeiro, os títulos d