A maior rede de estudos do Brasil

VIDEO 1video play button

Transcrição


Olá, pessoal! Tudo bem nessa aula, nós vamos comentar sobre as fases necessárias para a gente conduzir um estudo estatístico bom. Há uma estrutura para que a gente faça essa condução de um estudo estatístico. A gente pode ser essa estrutura de decorre esta que são as letras para a gente definir, de definir qual é o objetivo da sua pesquisa, Qual é o por exemplo, o experimento que vai ser realizado. Você tem como objetivo querer conhecer, por exemplo, o perfil do consumidor de determinado produto. Não. Você definiu seu objeto de pesquisa, então a partir da definição do seu problema vem a coleta dos dados. Então, de ser que a coleta dos dados, a partir da coleta dos dados, com os dados em mãos que a gente tem que fazer, organizar esses dados que foram coletados depois fazer a visualização desses dados e aí a analisar esses dados, essas informações que foram coletadas. Então essa estrutura que a gente tem que seguir de definição, ser de coleta, pode organização dos dados, após os dados serem coletados, ver de visualização. E, finalmente, a análise desses dados que foram coletados. Essa estrutura natural que a gente tem que levar em conta quando a gente faz um estudo estatístico, quando a gente fala então em coleta, coleta dos dados, na estatística, quais são as fontes de dados que a gente pode coletar através de estudos observacionais ou através de experimentos? Quando a gente fala em estudo observacional? Um exemplo disso é, por exemplo, uma pesquisa de opinião, uma pesquisa de opinião referente a um projeto, por exemplo, implantação de determinado governo federal ou municipal ou estadual, por exemplo. Saber o perfil do consumidor de determinado produto é um estudo observacional. Pesquisa eleitoral que é muito comum é um estudo observacional onde, por exemplo, as pessoas são abordadas em determinados municípios em determinadas regiões. Por exemplo, no centro de uma cidade é perguntado para ela pode ser dada a opção de escolha do candidato ou pode ser livre. Por exemplo, você vai votar em quem e você da sua situação Você escolha através de uma listagem, Então isto é um estudo observacional. É muito comum quando a gente trabalha com estudos observacionais, que é uma fonte de dados. Então quando a gente está trabalhando com estudos observacionais, normalmente a gente trabalha com dados amostrais. Esta é feita uma pesquisa com tamanho. Ele de amostra e através desses dados amostrais é que é feita na divulgação da pesquisa. Então é muito comum quando se rege, por exemplo, em pesquisas eleitorais. Quando se faz o registro da pesquisa, tem uma curiosidade de entrar na pesquisa e lavra. Estar informando o tamanho da amostra, ou seja, o número de eleitores que foram entrevistados, quais são os municípios que participaram da pesquisa, qual foi o nível de confiança nessa pesquisa e a margem de erro está. Então, isso é muito comum aparecer naturalmente. Quando se faz uma região, um registro de uma pesquisa eleitoral, qualquer pesquisa, essas informações são necessárias. Está para a gente saber para vinte, até o grau de confiabilidade na pesquisa. Então, mais entre eles mais ou menos dois pontos percentuais. E o nível de confiança da pesquisa, por exemplo, noventa e cinco por cento de confiança, o tamanho da amostra. Foram dois mil e quinhentos eleitores distribuídos em tais municípios e a pesquisa foi realizada no período, por exemplo, de quinze a vinte de fevereiro de determinado ano. São informações comuns que aparece esta então a margem de erro e nível de confiança. Essas informações são necessárias para a gente saber o tamanho da amostra, porque, no caso do Brasil, como federação, é muito improvável. É impossível a gente conseguir entrevistar todos os eleitores do país para saber qual é a porcentagem que vai votar em cada um dos candidatos. Foi retirada uma amostra, está então toda a mostra está vinculada uma margem de erro e o nível de confiança na pesquisa. Então, basicamente é isso que eu queria passar para vocês nessa aula a importância de seguir uma estrutura que é onde eles são. Cada passo. Há uma interdependência entre esses espaços a partir da coleta ou estudo observacional, ou pode ser através até de um experimento. Está experimenta muito utilizado na parte de medicina, na parte da indústria também. Onde você, por exemplo, que verificar a eficiência de determinado medicamento que está sendo lançada no mercado? Por exemplo? Para tratar pacientes com colesterol alto a um medicamento padrão, por exemplo, a indústria farmacêutica desenvolveu um novo produto. Será que ele é mais eficaz que o que está sendo atualmente utilizadas E aí é feito um experimento para saber a eficácia ou não desse medicamento. Até mais