A maior rede de estudos do Brasil

19 - Princípios Arquivísticosplay_circle_filled

Transcrição


Olá nessa aula, nosso assunto vai ser princípios arquivístico ou princípios da arqueologia. O assunto, até um pouco mais complicado do que a maioria, tem um estudo dessa matéria, mas de vez em quando, aparece nas provas. É bom, a gente está ligada, respeito esses assuntos como todas as áreas. Arquivologia também tem algumas verdades, alguns princípios que devem ser respeitados. Quando a gente leva com a organização de documentos e a organização de arquivos bom, alguns princípios são mais cobrados em provas, outros menos trabalhar. Então, com esses princípios, por saber o que eles tratam na prática, os princípios mais importantes. Em mais interessante arqueologia, sai se aqui são os princípios da organicidade, da proveniência ou do respeito aos fundos, da territorialidade, da unicidade dos documentos, do respeito à ordem original, da indivisibilidade ou da integridade e o princípio da pertinência. Bom se verificou que pelo nome é um assunto até um pouco mais complicado mesmo. É a parte mais filosófica, mas acadêmica, mas que interessa a gente abordar, não houver um puro. Então é o primeiro princípio que a gente tem que trabalhar. O princípio da organicidade não é só a gente pegar que a definição vai ser o que está escrito que o princípio segundo o qual os documentos e arquivos são acumulados naturalmente ao longo das atividades, seja da pessoa física ou jurídica, mantendo relação de dependência com essa entidade reguladora, ou seja, com reconhece a pessoa física ou jurídica e também com os demais documentos, o conjunto. Bom esse conceito, entendo que não é muito fácil de entender mesmo Não quando você lê se definição e na apostila ou no livro Ecologia, primeira dúvida como assim? O que quer dizer esse conceito? O que a gente tem que entender o que está por trás dele? Então, como assim? Os documentos de arquivo mantém uma relação de dependência com a pessoa que ela está vinculada e com os demais documentos? O conjunto, tão que quer dizer isso, uma lança mais um pouco. E então, então é só se a gente pegar o dicionário de tecnologia arquivística, ele define organicidade. Assim é a relação natural entre os documentos de um arquivo em decorrência das atividades entidades produtora também não ajudou muito uma mata. A questão agora é traduzir o que quer dizer Isso é que vem esse conceito bom, o que é interessante destacar o seguinte A gente sabe que o arquivo é um conjunto de documentos, é o conjunto de documentos que uma pessoa acumula ao longo da sua existência. Então, todo mundo guarda documento, seja pessoa física ou jurídica. Então você, desde o seu nascimento está acumulando documento, estão desde a sua certidão de nascimento, está acumulando documento, vai continuar acumulando a vida inteira, então isso é natural. Bom, o detalhe a seguinte nem todos os documentos que a gente guarda ao longo da vida fazem parte do nosso arquivo. Então, na verdade, as pessoas, elas têm dois conjuntos de documentos, um conjunto que é o conjunto orgânico de documentos, que é o arquivo, e outro conjunto de documentos que são documentos não orgânicos, que seriam que a biblioteca. Então, na verdade, a gente tem dois conjuntos de documentos, arquivos e bibliotecas e a diferença entre eles é justamente a questão orgânica ou não orgânica. Está a coisa, tá começando a clarear um pouquinho, não avançar mais. Olha só o que quer dizer uma documentação orgânica e documentação não orgânica. No caso da biblioteca, ela acumula material de estudo, têm material que você acumula para estudar, para pesquisar, Não é material, Está vinculado diretamente a você. Então, se você tem um livro, um jornal, uma revista, uma publicação qualquer, essa documentação não está vinculada organicamente, você em que sentido? Como foi a questão dos documentos de arquivo, a sua certidão de nascimento, seu diploma e histórico escolar? Enfim, os documentos fazem parte do seu arquivo. Eles estão diretamente ligados a você. Você não pode pegar, por exemplo, a sua carta de identidade, o seu diploma um. Enfim, um documento pertence ao seu arquivo e, em determinado momento passar a outra pessoa está organicamente. Vincular a você. Ele faz parte de você. A gente costuma brincar, arquivologia que a pessoa tem corpo, membros e a Rio? Então o seu arquivo, ele é seu. Não tem muito para onde correr aquele documento. Ele nasceu vinculado àquela Pessoa. Imagina o seu diploma, por exemplo. Ele está organicamente vinculado à entidade que produziu Na faculdade, Você estudou a escola e a você nasceu vincular essas duas entidades, geralmente documentos de arquivo, ele vincular da entidade, produziu a entidade que recebeu organicamente a sua conta telefônica, por exemplo, ela está organicamente vinculada à sua operadora telefônica. E a você, ela nunca vai deixar de fazer parte dessas duas pessoas. Ela está organicamente vinculada a essas duas entidades. Percebeu isso? Não acontece com documento, biblioteca. Quando você compra um livro, um dicionário, uma revista, aquela documentação é uma recomendação publicada que qualquer pessoa pode querer, coloca na sua biblioteca não o seu arquivo. Então seu livro, seus livros, dicionários, revistas, não fazem parte do seu arquivo. Você não arquivar esses documentos, você coleciona, formando uma biblioteca. Ou seja, essa documentação não está organicamente, bem claro. Aquela pessoa bom, na prática, o seguinte Todas elas que disse que o arquivo acumulação orgânica de documentos o item está correto. Porque todo o documento do seu arquivo ele pertence a você, está diretamente ligado a você. O que você fala muito a um questionário? Depende em sala de aula? É o seguinte Não, mas, em alguns casos documento, ele passa uma pessoa para outra. Por exemplo, uma escritora de imóvel tem que perceber o seguinte isso acontece quando você transfere um imóvel o imóvel é transferir a escritura, não gerar uma nova escritura que vai nascer organicamente, vinculada ao novo proprietário, quando ele passar esse imóvel para frente, depois vai ser gerado uma nova escritura para isso, que se transfere o imóvel para gerar um novo documento. A mesma coisa acontece com o seu veículo. Por exemplo, quando você vem de um carro, aquele documento que você tinha dizendo que você é o proprietário, ele continua contigo, vai ser gerado um novo documento, uma num novo licenciamento para o novo proprietário, também do documento. Não passa de uma pessoa para outra, ele nasce e morre vinculada aquela pessoa, tanto é que nunca você vai fazer uma faixa no seu arquivo, com seus documentos e pegar documentos. Você não precisa passar por pessoas, mas este está organicamente vinculado a você. Se você consegue passar por outra pessoa, porque no arquivo biblioteca também o documento foi publicado e que nasce solto para quem quiser adquirir bom, enfim, para resolver as questões. É só entender o seguinte quando a questão de ser que o arquivo acumulação orgânica de documentos perfeito. Isso implica inclusive alguns detalhes. Primeiro, um documento de arquivo fora do seu conjunto, do arquivo que ele pertence, não tem muito significado. Quer ver só se você, por exemplo, deixar cair o seu diploma em algum lugar. Alguém pode pegar e levar a partir dele, para que não o seu diploma e só faz sentido no seu arquivo, tanto no arquivo da pessoa que ele faz parte. Isso acontece com os documentos de arquivo. Normalmente eles fazem sentido dentro do conjunto que ele pertence, ou seja, aquela entidade daquela pessoa tranquilo. Então, na hora só algumas observações foi. Comentei aqui o primeiro documento de arquivos são acumulados organicamente. Ou seja, eles nascem. Vincularmos aquela pessoa e vão permanecer vinculados àquela pessoa, estando sua vida, os documentos. A biblioteca, por sua vez, só acumular de forma não orgânica, de forma que a gente chama de coleção. Ou seja, a coleção. Tecnicamente, é um conjunto de documentos acumulados aleatoriamente o artificialmente, de forma não orgânica, onde os documentos não mantém relação uns com os outros do mesmo conjunto e nem quantidade. Muito acumuladora. Portanto, trabalha em cima daquilo que eu coment