A maior rede de estudos do Brasil

Transcrição


lá logia vontade, Boa noite novamente. É muito bom estar com todos vocês aqui, na nossa disciplina direito. Não sei se acham mais direito eletrônico direito, informática. Chama que fora, O que importa é que você chame você. Se dedique, você estude esse tema tão envolvente. Esse trabalho que a gente vem desenvolvendo há já algum tempo aí? Pois quantas horas ou seja, já ficaram de frente para essa máquina, maturando aí, batendo papo com a finalidade maior, difundir o direito e a internet. Isso para mim é o foco principal e eu tenho certeza que você trabalhando comigo, trabalhando com o seu professor doutor, a gente está conseguindo desenvolver um excelente trabalho aqui. Está bom, não pensem duas vezes encaminhar as perguntas e tudo mais com você já puderam notar a minha aula dá uma aula convencional. Todas as aulas agência Como é que eu começo? Como é? Que o meio, Como é que o fim, A partir de hoje, a gente vai mudar essa dinâmica, seja viram aula passada, Como é que foi interessante aquela interação com o vídeo em si? Hoje a gente vai estar preparando uma super surpresa para vocês lá no meio da aula voltar mostrando se tem que ficar ligada e não, não. Desconecte participa o tempo todo ativamente nosso ensino Bom, bom, nosso sistema hoje extremamente interessante. Propriedade intelectual, sem mais nem menos, vamos correr logo para a nossa escalada que eu já estou ansioso para a sala de hoje para nossa escala. Neste primeiro momento eu quero trazer para vocês, especificamente o reconhecimento das linhas gerais, reconhecimento das linhas gerais, dos direitos de propriedade intelectual ampliá la para mim, vão lá. Beleza eu vou pegar a base do nosso estudo, vão estar trabalhando. O que que é a propriedade intelectual? Quais os direitos ligados ao intelecto? Que o intelecto, que é um direito autoral? Como é que isso pode estar funcionando dentro da nossa sociedade? Quais são os impactos que isso pode? Pode proporcionar? O que é que a internet tem a ver com isso? Como é que isso pode ser interessante? Eu quero também reconhecer, volta na tela, reconhecer os casos de violação desses direitos autorais, que é o direito do autor, quem é autor, quem pode ser considerado como autor? Quem pode pedir. De repente, olha uma indenização em função disso, então, para isso vamos direto ao nosso assunto. Internet e propriedade intelectual. O que é a internet? Até onde os dados emanados pela web eles podem restar protegidos? Será que esse evento que inicialmente foi para mim tinha aquela natureza militar? E que aí é muito interessante? A gente conseguiu observar isso. Como é que um evento que foi feito para distanciar foi responsável justamente pela aproximação? Só que no momento dessa aproximação já mostra como é que é um encadeamento de todos os micros sistemas criando esse microcosmo próprio. Só que um micro cosmo digital como é que ele vai funcionando? Só que é interessante porque aos poucos a coisa está tomando conta do homem, a gente não sabe até onde termina e até onde começa esse novo evento. Será que são um perigo? Será que não é? Será que quando posto alguma obra minha eu já tenham algum direito? Será que eu tive uma ideia de escrever um livro? Joguei na internet pois tem um blog. Será que já têm direito? Será que eu tenho de fazer o primeiro registro do Inpe? Será que eu não tenho que fazer esse registro? Eu resolvi criar uma música e botei essa música num determinado site grave no YouTube. Já tem o direito, se oposta são música no YouTube. A partir daquele momento, eu já tenho direito. Será que se você pegar um pedacinho daquela música fizer qualquer acréscimo, ele também posso fazer alguma coisa? Então eu posso falar para vocês da parte escrita do texto eu posso trazer para vocês da da obra musical, eu posso trazer os programas de computação, tudo bem. Então espera Aí eu vou estar abordando se uma forma naquela surpresa eu só respondo aqui para vocês, para que vocês têm uma noção do que a gente vai estar abordando para seguir um pouquinho mais no segundo momento, depois dessa parte do direito do autor, que a gente vai estar batendo um papo sobre esse tema está desenvolvendo com vocês o estudo dos dados e dos bancos de dados. Primeiro, o que é a informação? O que é a informação? O que eu posso conceituar como uma informação, O que eu posso conceitua? Comum? Um dado um acúmulo de informações? De alguma forma, o que é um banco de dados? É uma estrutura de acúmulo de informações? Será que tem alguma coisa? Haver? Será que isso tem qualquer tipo de relação? Então não tem primeiro eu quero estar trabalhando com vocês os direitos autorais, não depois os dados e bancos de dados, bem como qualquer meio de informação postado na web, seja através de uma imagem, seja através de uma forma escrita, seja através de uma técnica tão somente de sons e tudo mais, vocês sabem que esses aspectos de multimídia podem se apresentar de maneira, mas várias das maneiras mais variadas, possiveis tudo bem. Então, seguindo a informação dada dos bancos de dados, que informação de modalidade de acúmulo de informações e para tanto eu vou estar preparando hoje uma super mesa redonda, uma mesa redonda, maravilhosa, com um convidado ilustre, que vai poder estar falando sobre esse tema que para a gente. E eu acho que vai ser de uma maneira super agradável, uma super surpresa, e que eu vou mostrar para vocês, mas antes rapidinho. Eu queria rodar um informativo para que você recentemente a demissão de um professor da USP, uma das universidades mais respeitadas do país, chamou a atenção para um problema grave o plágio. Essa prática criminosa sempre existiu, mas se espalhou mesmo com as facilidades da internet. Em Brasília, um caso chamou atenção pela ousadia de estudantes. O caso aconteceu na Universidade de Anápolis, no estado de Goiás. O estudante do último semestre de administração ainda nem tinha começado a apresentar um trabalho de conclusão de curso a banca examinadora, quando foi informado que estava reprovado a explicação dos professores aqui na monografia do aluno havia página inteira copiada de outro autor do aluno. Se baseia em trabalhos de outrem. Estão estão perfeitamente legal a pessoa. Então, o trabalho indígena, quem é o trabalho e depois Cornell? Tá agora se o indivíduo se apropria do texto, dando a entender que ele é o autor desse trabalho de terceiros, ali está cometendo, não claro, a contratação. Segundo o especialista em direito autoral, a contrafação acontece quando a pessoa copia o texto de outra na íntegra, sem citar a fonte. Já o plágio é caracterizado pelo que chama de maquiagem de uma obra literária. Plagiador também se apropria da ideia de um autor, mas muda algumas palavras e frases da redação original. Os dois casos, a prática de mim, um trator pode ser processado, parar na cadeia, o ser obrigado a pagar indenização ao verdadeiro autor da publicação copiada. Mas muitas vezes parecem não se preocupar, sabe, estão práticas determinadas no ambiente escolar, muito como todo mundo já deve ter feito, não é rotina. E aí muita velha bota pega Rita na íntegra. No caso da estudante de Anápolis, ele não se conformou com a reprovação, chegou a entrar na Justiça contra a universidade. O pedido era para ter direito de corrigir a monografia e apresentá la em outra data antes da solenidade de formatura. Mas o orientador garante que já havia dado essa chance ao aluno e que mesmo assim, ele deixa de ocorrer o Rio e apresentar o trabalho. A Justiça teve o mesmo entendimento do orientador e não permitiu que o estudante reprovado colar grau correto da turma. Eu acho que a punição é importante até para que sirva de exemplo para outros colegas, outros alunos que não façam a mesma coisa que ele fez. O conhecido contra encontrou ver ou copiar e colar. Foi impulsionado pela popularização da internet, que hoje, mais do que nunca, garante acesso, facto e rápido a todo tipo de informação. Inclusive, há uma quantidade enorme de trabalhos acadêmicos, uma tentação para muita gente. Se eu falar que eu nunca fiz isso para votação totalmente Xingu, que tem um trabalho de pronto fica bem mais fáci