A maior rede de estudos do Brasil

Transcrição


serviu a mostrou um golpe do WhatsApp lá no Rio de Janeiro. E a gente vai mostrar que bandidos estão também invadindo contas de WhatsApp em São Paulo, Pedido de depósito bancário para os contatos da agenda das vítimas aqui da Capital. É um golpe está sendo aplicado no mundo inteiro. Tem que ficar muito esperto porque conseguiu dinheiro de volta. É extremamente difícil. Renato Biazzi conversou com uma vítima hoje e também com um delegado especializado em crimes eletrônicos. Artur conta que anunciou um carro num site de compra e venda e, na sequência, começou a receber ligações de interessados em uma das ligações. Foi a de um homem que se dizia funcionário do site. Ele pediu como formas coisa com quilometragem, valor do anúncio. Eu confirmei, aí ele falou legal agora você receber um código NCM de ativação do anúncio, poderemos informar para a gente poder ativar o anúncio. Então, coloquei. Olhei o solar Ferrão no meu código é ao total. De forma, Muito obrigado assim que ele desligou na hora da etapa, saiu do ar ao ver o aplicativo desabilitado, aí sim, caiu a ficha. Assim que percebiam, liguei para minha noiva e falei Olha, eu fui hackeado, perdido no número de Whatsapp e da flor. É estranho que uma mensagem você está respondendo para mim. A lei, não, Não estou, Não sou eu que estou respondendo. Eu perguntei o que ele quer a ela falar? Está falando para fazer depósito de dinheiro, porque excedeu o limite de transferência. Está pedindo para transferir dinheiro para uma conta. Nesse tipo de golpe, muitas vezes os contatos na conta do aplicativo da pessoa também podem ser saqueados. Um dos amigos da lista do Arthur também foi enganado, imaginando que ajudava um amigo. Rafael acabou transferindo o dinheiro para a conta de um bandido. O golpista, em nome da vítima disse que a transferência é um favor pessoal e promete devolver o dinheiro sem falta. No dia seguinte, o Rafael acaba concordando, e o bandido pede mil e duzentos reais. Minutos depois, também por mensagem, ele manda o comprovante de transferência. O Arthur não deixou a história para lá e fez um Boletim de Ocorrência, e não as pessoas Ficam impunes e com níveis e não tem a sensação de titular. Eu fiz, não aconteceu nada, vou fazer de novo. Este delegado especializado em crimes eletrônicos diz que os bandidos usam o número de celular das vítimas quando baixa o aplicativo no outro aparelho automaticamente, o aplicativo gera um código de ativação e manda para o real. Dono do número é que os bandidos entram em contato com a vítima e pedem o código com a desculpa de que é para confirmar o anúncio desse golpe chamado Se isso é um golpe que existe no mundo todo. No momento que a vítima km o aplicativo de mensagens WhatsApp em um outro, ele é transferido para o celular do golpista, como se a própria pessoa tivesse transferido seu aplicativo para outro telefone. Eu não abro nada. Quando desconfiou de alguma coisa, nada, Nada! Na dúvida, não clique em nada. Essa real gente tem que ficar muito ligado nesses golpes. Alguns cuidados até ajudam a evitar que os criminosos acessem a sua conta, mas receber a grande volta do banco esse sim, é um desafio dificílimo. Renato Biazzi Ao vivo aqui comigo agora fala exatamente dessa delegacia e está cuidando disso. E aí? Renato Dureza em boa tarde, o lateral e boa tarde a todos, Pois é o doutor Carlos Juízo, delegado, aquilo que disse que é difícil uma pessoa conseguir ressarcimento Segundo ele, é um crime eletrônico, mas é um estelionato que, nesse caso, não envolve responsabilidade direta do banco. Portanto, a pessoa pode procurar. O banco pode procurar a Justiça, mas ele acha difícil conseguir o ressarcimento. Mas há como prevenir esse golpe. É a forma mais óbvia. É a pessoa desconfiar ao receber mensagens. Assim a pessoa pode fora de hora, fora do padrão. A pessoa pode até ligar outro telefone porque seu contato perguntar se foi ela mesmo que fez essa postagem. A outra forma bastante segura que muita gente conhece, está no próprio aplicativo. A pessoa vai lá, nas configurações, no ajuda os ajustes, dependendo do sistema operacional do seu aplicativo, vai lá no item conta e depois clicar em confirmação em duas etapas A E vai para o espaço com seis dígitos. Para digitar um código de segurança, uma senha que ela escolhe, qual vai ser. Essa senha vai ser atrelada, depois ao seu e mail pessoal que você vai digitá la duas vezes. Desse jeito. O hacker que por acaso invadir o seu celular e vai ter a sua conta não vai conseguir entrar na sua conta e ter acesso aos seus contato porque ele vai precisar desse código. Esse código é só seu guarda, ele não vai conseguir. É uma forma bastante segura para ele, Essa é uma trabalhar com ferramentas de segurança. Conhece essas ferramentas dos aplicativos. É uma coisa muito importante que as pessoas têm que ter em mente. Viu cada vez mais Renato porque, infelizmente, à medida que a tecnologia avança à criminalidade, também se aproveita dela. Os criminosos fazem a gente vítimas mais fáceis. Então é uma, é dureza. Existem, ficar muito ligado mesmo. Obrigado pelas informações. Whatsapp falou que esta semana mandou um alerta para todo mundo, aí pedindo para que ninguém compartilha o tal código de verificação. Renato falou também que é muito importante servir aí que as pessoas reconfigura em um aplicativo habilitando opção a verificação em duas etapas. Eu já fiz isso há muito tempo no meu celular. Agora, só para terminar a polícia vai ter que se especializar mais, Tem que ter mais estrutura, Vai ter que estar mais espaço para esse tipo de investigação, porque, infelizmente, o crime do futuro já chegou. É o crime do presente. Agora, essas quadrilhas estão tomando muito dinheiro do povo