A maior rede de estudos do Brasil

Filtros Mentaisvideo play button

Transcrição


tomar consciência sobre os nossos filtros mentais. É muito importante uma consciência sobre as nossas diferenças. Porque, quando o mundo entra as diferenças entram para a gente. Nós temos uma série de filtros receptivos. São as nossas crianças, os nossos valores, os nossos esquemas. Para a gente experimentar o mundo acontece. O que rola existem para dar conta de todas as informações que a realidade traz. A gente precisa usar alguns truques. A gente distorce algumas informações, generaliza outras tantas. Omite outras tantas, mas sempre chegando primeiro na vida, para depois chegar na corte. E assumo Daniel Kahneman, grande escola do século vinte, uma figura incrível que, além de psicólogo e defesa, teve a proeza de ganhar o Prêmio Nobel de Economia cada um dos pais da economia comportamental e ficou mundialmente famoso. O seu Best Server festa usou rápido e devagar duas formas de pensar o livro Magistral que eu aconselho a todos. Nesse livro, ele traz a tese da economia comportamental de que apesar da nossa fama de animais racionais, a maior parte das nossas decisões, julgamentos, avaliações, a regida pelo cérebro emocional, excede rápido, intuitivo, que toma decisões com base em minha turísticas e vieses que é como eles, mas de bolo que se tornam automáticas, que viram hábitos mentais depois do cérebro emocional. Toma decisão na maior parte das vezes Esses aqui vem e cria um argumento muito bonito, embala, envelopar a decisão. Mas quem tomou a decisão foi ficar aqui ter essa consciência desse jogo. Isso é muito importante para aumentar o nosso coeficiente de inteligência. Não vamos seguir essa linha. Imagina que a gente está no nosso trabalho e a gente recebe um telefonema. A gente não queria receber uma conversa estranha que talvez atrapalha os nossos planos, seja uma venda, uma negociação, não importa que seja na hora em que eu recebo aquele telefonema, o processo, aquela informação através dos sentidos e através da mente. E essa informação, ela tem dois famílias, ela vai simultaneamente para a amiga dela e vai também ao mesmo tempo. O córtex pré-frontal, obviamente, chega aqui primeiro e a partir daí a gente queria uma experiência, a gente viu um episódio emocional. Ou seja, suponha que aquilo me gere preocupação. Esse telefonema, miséria, preocupação em sociedade vão pensar que sempre acontece um processo treze. Isso é importante a gente registrar diante na hora que o experimento mundo dessa maneira, eu entre ansiedade, primeira coisa, entrou uma sensação física ansiosa. O meu coração palpita os meus músculos, contraem, aumenta, sudorese, aumenta minha temperatura. O primeiro de três em um primeiro, A sensação fisiológica é mais rápida que acontece quase que concomitantemente. Em Minas, segundo ele, começa a produzir um enredo, uma narrativa, um diálogo interno. Então, se eu tinha uma sensação ociosa, eu passo a ter pensamentos ansiosos e, a partir daí, o crime, o significado e passo ter ressentimentos Ansiosos. Então, a ansiedade, um sentimento, uma emoção treze, um. Porque eu tenho sensações, pensamentos e sentimentos ansiosos. Tomar consciência de que isso existe, que esse processo se dá é muito importante para a gente aumentar o nosso coeficiente de inteligência emocional nas aulas posteriores que a gente