A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Teste seu conhecimento! 10 - Regimes Cambiais

Pré-visualização | Página 1 de 2

 (Buscar cursos)Buscar cursos
Iniciado em Saturday, 20 Nov 2021, 11:07
Estado Finalizada
Concluída em Saturday, 20 Nov 2021, 11:46
Tempo empregado 38 minutos 56 segundos
Avaliar 10,00 de um máximo de 10,00(100%)
Comentários Parabéns! Você foi muito bem! 

https://moodle.ufrgs.br/
Questão 1
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Tendo em vista os diferentes tipos de regimes cambiais, associe a descrição ao regime cambial correspondente.
 
Caso em que o país utiliza uma moeda estrangeira, sendo caracterizado pela ausência de política
monetária e cambial. 
Caso em que as moedas domésticas de um grupo de países são substituídas por uma moeda
única e supranacional. 
Neste tipo de regime cambial, o Banco Central estabelece um limite dentro do qual a taxa de
câmbio pode flutuar, intervindo sempre que a taxa de câmbio atingir o limite mínimo ou máximo. 
Regime cambial que busca reduzir a volatilidade da taxa de câmbio, ainda que mantendo a
liberdade de ajuste da taxa de câmbio. 
Neste tipo de regime cambial, o Banco Central ajusta a taxa de câmbio nominal pelo diferencial
entre as inflações interna e externa.
Regime cambial em que a taxa de câmbio ajusta-se de modo a equilibrar o mercado de divisas,
conferindo liberdade ao Banco Central para conduzir a política monetária. 
Regime cambial em que o Banco Central determina o valor da taxa de câmbio, se
comprometendo a comprar e a vender moeda estrangeira para manter a paridade.
Regime cambial que atrela a emissão de moeda doméstica à aquisição do equivalente em moeda
estrangeira. 
Sua resposta está correta.
Dolarização
União monetária
Bandas Cambiais
Flutuação suja
Minidesvalorizações
Câmbio flutuante
Câmbio fixo
Currency Board

Questão 2
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Assumindo que os preços são rígidos no curto prazo, considere as afirmativas abaixo e escolha a sequência correta.
I. Em um regime de câmbio flutuante, a taxa de câmbio real pode ser ajustada por mudanças na taxa de câmbio nominal no curto
prazo.
II. Em um regime de câmbio fixo, os ajustes na taxa de câmbio real ocorrem por mudanças do nível de preços no médio prazo, e
não pela taxa de câmbio nominal.
III. Tanto em regimes de câmbio fixo quanto flutuante, a taxa de câmbio real pode ser ajustada por mudanças nos níveis de preços
no curto prazo.
Escolha uma opção:
V, F, V
F, V, F
V, F, F
V, V, F 
V, V, V
Sua resposta está correta.
Se precisar, reveja o ponto 20.1 do livro.
Lembre que a taxa de câmbio real é dada por ε = EP/P* (taxa de câmbio real é igual à taxa de câmbio nominal vezes a relação
entre os preços doméstico e estrangeiro).
O enunciado da questão diz que no curto prazo os preços são rígidos, logo, estamos assumindo que no curto prazo P/P* não se
altera.
Em um regime de câmbio flutuante E pode se alterar no curto prazo, mas em um regime de câmbio fixo em princípio isso não
ocorre (só ocorreria se o governo resolvesse alterar a paridade).
No médio prazo, mesmo que E não se altere, a taxa de câmbio real pode se ajustar por meio da mudança na relação entre o nível
de preços.

Questão 3
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Qual das alternativas a seguir é uma vantagem decorrente da adoção de uma moeda comum na Europa (Zona do Euro)?
Escolha uma opção:
Cada país poderia ter sua política monetária independente.
A incerteza da taxa de câmbio dentro da área comum seria eliminada. 
Cada país poderia conduzir sua própria política fiscal independente.
As economias ficam mais protegidas contra a volatilidade dos capitais internacionais.
Os países podem combater os efeitos de choques externos de maneira mais eficaz.
Sua resposta está correta.
Se precisar reveja o ponto 20.4 e os vídeos deste módulo.

Questão 4
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Tudo o mais constante, a expectativa de aumento na taxa de juros estrangeira acarretará quais dos seguintes efeitos em um
regime de câmbio flexível?
Escolha uma opção:
Não ocorrerá nenhuma mudança na taxa de câmbio real ou nominal.
A taxa de câmbio nominal da moeda doméstica valorizará, sem alteração na taxa de câmbio real.
As taxas de câmbio real e nominal da moeda doméstica desvalorizarão. 
A taxa de câmbio nominal da moeda doméstica desvalorizará, sem alteração na taxa de câmbio real.
A taxa de câmbio real da moeda doméstica valorizará, sem alteração na taxa de câmbio nominal.
Sua resposta está correta.
Para responder esta questão, você precisa ter claro o conceito de paridade de juros que vimos nos módulos anteriores, no qual i =
i* - ΔE (taxa de juros doméstica é igual à taxa de juros externa menos a expectativa de variação cambial).
Atente para o fato que a questão é sobre um regime de câmbio flexível. Qualquer mudança nas expectativas quanto às taxas de
juros externas e internas correntes e futuras, bem como variações na taxa de câmbio esperada para o futuro, afetarão a taxa de
câmbio presente.
Se a taxa de juros doméstica i não se alterar enquanto há uma expectativa de aumento taxa de juros externa i*, a taxa de câmbio
nominal da moeda doméstica deve desvalorizar e, consequentemente, a taxa de câmbio real (lembre que ε = EP/P*).
Você pode rever este assunto no ponto 20.3 do livro.

Questão 5
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Sobre regimes cambiais e a taxa de câmbio, é correto afirmar que:
Escolha uma opção:
Uma mudança na taxa de câmbio futura esperada muda a taxa de câmbio corrente em sentido oposto.
Quando a inflação doméstica é igual à inflação externa, a taxa de câmbio real é fixa.
Como as economias tendem a voltar a seu nível natural de produto no médio prazo, não faz diferença se um país
adota o câmbio fixo ou flutuante.
Se a taxa de câmbio nominal for fixa, a taxa de câmbio real é fixa.
Sob taxas de câmbio fixas, se o mercado financeiro desconfiar que o governo irá desvalorizar o câmbio, a
manutenção da paridade dependerá do aumento das taxas de juros domésticas. 
Sua resposta está correta.
Se precisar, reveja especialmente o ponto 20.3 do livro.

Questão 6
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Sobre regimes cambiais, é correto afirmar que:
Escolha uma opção:
Um tipo de união monetária é a dolarização.
Uma das principais desvantagens do regime de câmbio fixo é a perda de autonomia das políticas cambial e de
juros. 
O regime de bandas cambiais se aproxima mais de um regime de câmbio fixo do que o currency board.
O regime de câmbio flutuante é sempre mais vantajoso do que o regime de câmbio fixo.
Uma das principais vantagens do regime de câmbio flutuante é a volatilidade da taxa de câmbio.
Sua resposta está correta.
Se precisar, reveja os vídeos deste módulo e o ponto 20.1.

Questão 7
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Assuma que os formuladores de políticas estão buscando um regime de taxa de câmbio fixa e que a economia inicialmente está
operando no nível de pleno emprego.
Qual das seguintes opções ocorrerá como resultado de uma valorização cambial?
 
Escolha uma opção:
A taxa de câmbio real será permanentemente mais valorizada no médio prazo.
A taxa de câmbio real será permanentemente mais desvalorizada no médio prazo.
A taxa de câmbio real permanecerá inalterada no médio prazo. 
A taxa de câmbio nominal desvalorizará inicialmente no curto prazo e depois valorizará no médio prazo.
Os efeitos dessa valorização sobre a taxa de câmbio real serão ambíguos no médio prazo.
Sua resposta está correta.
Lembre que a taxa de câmbio real é dada por ε = EP/P* (taxa de câmbio real é igual à taxa de câmbio nominal vezes a relação
entre os preços doméstico e estrangeiro) e que, sob taxas de câmbio fixas, o ajuste ocorre por meio do nível de preços, e não da
taxa de câmbio nominal.
Partindo de uma situação de equilíbrio, uma valorização da taxa de câmbio nominal implicará em uma valorização da taxa de
câmbio real no curto prazo, pois os preços são fixos.
No médio prazo, entretanto, os preços devem se ajustar para manter a taxa de câmbio real inalterada.
Se precisar, você pode revisar este conteúdo relendo o ponto 20.1 do livro.

Questão 8
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Se a expectativa é a

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.